Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 09.11.17

16 meses de Maria

IMG_5953.JPG

 



Um destes dias eu e o Milton estávamos com as miúdas a brincar no quarto.

Entretanto começámos a conversar mais animadamente (e mais alto) e ouvimos:

“Calma!”.

Assim, pronunciado de uma forma perfeita: “Calma!”

Fiquei espantada a olhar para a Maria.

Ver aquela menina pequenina, com cara e tamanho de bebé, a pronunciar corretamente cada vez mais palavras e a aplica-las corretamente causa-me uma admiração enorme.

Na creche já nos tinham dito que ela imitava tudo o que ouvia. A  palavra “calma” vem da educadora.

Mas diz Lara, Maria, macaco, dentes, banana, galinha, cuidado, obrigado, pai, mãe, avó, não, Já está, dá, mão, pé, nariz, cão, cães, gato, pato, sapo, sopa, pão, peixe, galo, cocó, chichi, água, chá, Tiago (um colega da escola) e praticamente tudo o que ouve.

Já anda sozinha embora tenha feito um interregno quando ficou doente com bronquiolite (e depois otite).

É gulosa e se nos vê a comer um doce abre muito a boca para lhe darmos também. Cá está mais um motivo para não comermos doces.

Continua com uma personalidade bastante forte e creio que nós temos grande parte da culpa das birras que faz porque ainda a vemos muito como um bebé e custa-nos vê-la a chorar e a gritar.

Fica muito bem na creche, no colo de qualquer educadora ou auxiliar.

Come bem mas anda a fazer mais fita para comer fruta.

Está uma menina muito crescida e engraçada que sabe muito bem o que quer e faz o que puder para levar avante a sua vontade. Não é de grandes sorrisos mas gosta de uma boa folia e os pais e a mana conseguem proporcionar-lhe umas boas gargalhadas.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.