Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 16.06.17

Dizem que é mais fácil com o segundo filho mas não é

 

FullSizeRender.jpg

 

 

Dizem que é mais fácil com o segundo filho mas não é.

 

A Maria foi para a creche. Foi para a mesma creche onde anda a Lara e onde eu tenho a certeza absoluta que é tratada com cuidado e carinho.

 

Mas, ainda assim, custou muito.

 

Deixar o nosso bebé, a chorar, num ambiente que lhe é estranho, com pessoas que não conhece, é um momento bem desafiante para uma mãe (para não dizer desolador).

 

Eu sei que, fisicamente, ela fica bem. Não tenho dúvida nenhuma que, quem ficou com ela vai fazer tudo o que puder para a entreter e para colmatar o melhor que possa a ausência dos pais.

 

Mas eu não conseguia deixar de pensar no que a Maria podia estar a sentir. Será que se sentia assustada, abandonada, confusa? Os três?

 

A Lara entrou na creche com 18 meses e, julgo eu, foi mais fácil para ela compreender as coisas. Já tinha falado com ela algum tempo antes, a explicar o que ia acontecer. A Lara já andava e percebia tudo o que dizíamos.

 

A Maria é ainda um bebé.  Não percebe as coisas da mesma forma.

 

Apesar de, nos dois primeiros dias, ficar na creche apenas algumas horas, saí de lá a chorar e com um nó no peito. Acho que é comum a toda as mães.

 

No terceiro dia já não me custou tanto. Já me mentalizei, já vi que acaba por ficar bem. Ela come, dorme e até se entretém a brincar. Às vezes ainda chora. Chora sempre que nos vê chegar…

 

Mas vai passar, vai melhorar e vai chegar o dia em que nos pedirá para esperar antes de irmos para casa porque quer brincar mais um pouco. Vai chegar o dia em que, tal como a Lara faz, se manda para os braços das educadoras com a alegria de quem sabe que está junto de amigos e que o dia vai ser maravilhoso e animado.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.