Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 28.09.20

Coisas fofas destes tempos de pandemia

Purpurina
  Cumprimentarem-me, pelo nome, quando me cruzo com pessoas em locais fechados e estamos todos de máscara. Acho o máximo e até fico emocionada. Por vezes fico um pouco a olhar para a pessoa que me disse olá para tentar perceber quem é, mas nunca me enganei. Calculo que não seja muito difícil reconhecerem-me pelo olhos mas, mesmo assim, acho adorável que consigamos identificar as pessoas pelo jeito de andar, pelos gestos, pelo olhar e por uma série de coisas que nos diferenciam. (...)
Qui | 24.09.20

O segredo mais bem guardado para fazer um menino de 2 anos adormecer sozinho

Purpurina
Três filhos depois, deparo-me com questões que já deviam ter sido ultrapassadas há muito tempo. Uma delas será: "Como deixar de embalar um rapazito de dois anos e habituá-lo a dormir sozinho?" A Lara, a mais velha, foi habituada a ser embalada para dormir. A Maria nunca foi embalada para dormir. Era deitá-la no berço e pronto. O rapaz, o maior e mais pesado dos três, já fez dois anos e ainda era embalado pelo pai para dormir. Era. Já não é. De um dia para o outro começou (...)
Seg | 21.09.20

Adoro livros velhos e gastos

Purpurina
  Sempre que ia à biblioteca escolher livros aleatórios para os meus filhos, trazia os mais novos, mais brilhantes e bem tratados. Era quase instintivo. Por parecerem mais frágeis, tinha receio de os danificar ainda mais e devolvê-los em pior estado. De modo que trazia sempre os mais novos. Depois da pandemia de Covid-19 deixámos de poder ir à biblioteca escolher livros. Fazemo-lo online, através de um catálogo onde só podemos ver o título, o autor dos livros e pouco mais. A (...)
Sex | 18.09.20

Curiosidades sobre mim #2

Levo a música muito a sério

Purpurina
Só consigo fazer uma coisa quando estou a ouvir música: escrever. Coisas emocionais, claro. Quando oiço música páro tudo para a ouvir. Não gosto de música ambiente, de música de fundo, de música enquanto converso com alguém ou enquanto trabalho (a não ser que o trabalho implique escrever coisas giras). Ouvir música é como ler um livro ou ver um filme. É demasiado importante e leva demasiado da minha atenção para estar a fazer outra coisa qualquer.  - Gosto de ouvir (...)
Qua | 16.09.20

Maria #44

A beijoqueira

Purpurina
Dos meus três filhos, a Maria sempre foi a que gostava menos de beijos e abraços. Sempre muito independente, em bebé nem gostava de dormir na nossa cama. Agora, com 4 anos acabados de fazer, é a mais mimosa dos três:  - Adquiriu uma forma de falar muito suave e anda atrás de mim e da Lara a dar-nos beijos e abraços.  - Quase todas as noites vem para a nossa cama e gosta muito que eu sorria para ela quando a vejo lá (já o referiu várias vezes). - Pede-lhe que lhe faça (...)
Seg | 14.09.20

Como fazer uma criança tomar um remédio muito amargo?!

Purpurina
A Lara apanhou uma infeção bacteriana, comum em crianças da idade dela, mas que implicou a tomada de um antibiótico específico que não existe em xarope. Assim, ela tinha umas cápsulas enormes para tomar, de 8 em 8 horas, durante uma semana. A solução da pediatra foi desfazer o conteúdo da cápsula numa colher com água para a Lara conseguir tomar. Acontece que o sabor daquele pó é intragável (o Milton confirmou) e a Lara recusava-se a tomar aquilo. Na primeira vez cuspiu o (...)
Qui | 10.09.20

Bolo de mel

Para tardes de outono aconchegantes

Purpurina
Há algum tempo que não publicava uma receita aqui.  Existem três razões para isso: 1- não andava a experimentar muitas receitas novas, 2- quando experimentava não ficavam suficientemente boas para publicar aqui, 3- quando ficavam muito boas eram receitas que davam algum trabalho e, neste espaço, quero publicar preferencialmente receitas saborosas, mas de execução rápida e simples. Finalmente encontrei uma receita que reúne todas as exigências que estipulei: bolo de mel.  (...)
Ter | 08.09.20

Definir metas

E tentar cumpri-las

Purpurina
  Influenciada pelo livro "O Poder do Menos", estou a definir um objetivo por mês para tornar um hábito permanente. De acordo com o livro devemos definir um objetivo de cada vez e cumpri-lo até se tornar um hábito. Mas começo já por perniciar tentando alcançar três ao mesmo tempo. 1) Acordar mais cedo 2) Comer alimentos mais saudáveis 3) Praticar alguns minutos de exercício físico todos os dias Na verdade, faço os três há algum tempo, praticamente todos os dias. Ainda (...)
Seg | 07.09.20

Coisas de irmãs #8

Maria, a defensora da família

Purpurina
Num dia de férias de agosto fomos os 5 passear até ao Parque do Cerrado dos Bezerros. O parque é giro, tem imensos baloiços  para crianças espalhados pelo terreno e algumas mesas para comer. A determinada altura dei com a Maria, sentada na parte de cima de um escorrega, a conversar com duas meninas: uma da idade dela e outra de uns 8 anos. Aproximei-me dela, para ver o "jeito da interação" entre as crianças, mas sem me meter muito. Reparei, com alguma curiosidade, que a Maria (...)
Qui | 03.09.20

Milton, o encantador de crianças

Purpurina
Estávamos todos na praia, menos a Lara que estava em casa da avó (por ter umas feridas na pele que não deviam entrar em contacto com a areia).  A Maria e o Eduardo estavam entusiasmadíssimos na água e como o mar estava muito calmo, era fácil um de nós ficar com as duas crianças na água enquanto o outro ficava mais ou menos livre. Numa das alturas em que estava com os miúdos na água reparei que o Milton estava com alguns miúdos a olhar fixamente para as rochas à beira da água. Quando me aproximei percebi que as crianças (uma menina de uns 4 ou 5 anos e um rapaz grande de uns 9 ou 10) estavam a tentar apanhar um caranguejo pequeno e pediram ajuda ao Milton, que lhes emprestou os nossos baldes de plástico.
Seg | 31.08.20

O que temos feito por São Miguel

Nas férias de agosto

Purpurina
Como não saímos de São Miguel este ano por causa da pandemia, optámos por conhecer melhor a nossa ilha. Fizemos vários passeios a 5, fomos a várias praias e lagoas, fomos almoçar fora, demos alguns passeios, poucos, à noite pelo centro da cidade e conhecemos recantos onde eu nunca tinha estado, apesar de viver em São Miguel há mais de 10 anos. Também ficámos muito por casa. Ou porque o Milton estava a trabalhar e eu estava sozinha com os miúdos, ou porque queríamos evitar (...)
Qui | 27.08.20

10 coisas em que sou minimalista

Purpurina
Interesso-me cada vez mais por este tema. Acho até que, neste momento, é o assunto que está no topo dos meus interesses. Quero simplificar a minha vida cada vez mais e o minimalismo, naturalmente, enquadra-se perfeitamente no estilo de vida que quero seguir. Posto isto, sem qualquer esforço ou intenção, eis as características minimalistas que já cá cantam: - Temos apenas um  carro, sendo que é o Milton que anda sempre com ele. - Compro cada vez menos roupa e sapatos e (...)
Seg | 24.08.20

A minha avó é que era uma verdadeira minimalista

Purpurina
(Esta senhora, claramente, não é a minha avó.) Hoje fui até à Mango. Vi que estava com saldos, entrei e pus-me a vasculhar uns vestidos pretos. Depois espreitei as t-shirts, os tops e as saias compridas. Em poucos minutos já me estava a dirigir aos provadores com os braços cheios de roupa. Experimentei, não gostei, e decidi que aquilo era tudo uma grande tolice. Arrumei tudo nos cabides e deixei no local da roupa "experimentada", perto dos provadores. A verdade é que não (...)
Sex | 21.08.20

Maria #43

Purpurina
Estou a deitar a Maria, a dar-lhe um beijinho, uns mimos e tal quando ela me diz, com uma voz muito fofa e enquanto me faz festinhas na cara: "Sabes mãe, eu não como o jantar todo porque ainda sou pequenina. E não gosto de todas as comidas que fazes. Era melhor que fizesses comidas de que eu gosto mais, está bem mãe?" Quem é que pode?!!! 
Qua | 19.08.20

Os únicos 5 itens de que precisa para ir à praia com crianças

Purpurina
Aqui temos 3 crianças. Para dois adultos. Simplificar não é opção, é sobrevivência. Feita esta pertinente introdução vamos à lista minimalista: - 3 toalhas de praia (Os adultos não precisam. Secam-se enquanto andam a correr de um lado para o outro a tentar dominar as crianças.) - Protetor solar (A primeira aplicação deve ser feita em casa, para poupar tempo e estardalhaço na praia). - Água, fruta, iogurtes liquidos e bolachas, se possível, numa geladeira pequena. ( (...)
Dom | 16.08.20

Lara #37

A criativa

Purpurina
Na preparação de uma festa para comemorar uma visita da avó, a Lara pendurou alguns balões pela casa. Um deles no candeeiro de pé da sala. Hoje resolveu personalizar o balão. Quando o pai lhe perguntou o que era aquela "obra criativa" ela respondeu que era o polícia da sala, que estava ali a vigiar.
Qui | 13.08.20

O Eduardo fez 2 anos

Purpurina
O meu rapaz fez 2 anos no primeiro dia de agosto. Às vezes parece ter mais, quando se mexe com uma desenvoltura de menino grande, noutras, parece ter menos, quando tento que faça xixi no bacio e ele, claramente, não atenta minimamente no que é esperado dele. O Eduardo tem uma energia e uma capacidade de se mover com destreza que me deixa quase chocada. Acho que os rapazes são mesmo assim mas nunca na vida pensei que, molengona como sou, pudesse dar origem a um ser humano tão enérgico. Já subiu 2 vezes para o beliche da Lara. É capaz de subir escadas de estruturas desportivas até ao último degrau, se não o impedirmos. Na praia, desde que saiba que estamos por perto, avança com confiança para a água e não se apoquenta nada (...)
Seg | 10.08.20

Curiosidades sobre mim #1

Uma das melhores formas de me acalmar

Purpurina
É destralhando. Destralhar e deitar excessos fora deixa-me de alma lavada. O problema é que, entusiasmando-me, sou capaz de começar a deitar coisas fora de uma forma mais ou menos compulsiva. Começo por deitar fora (ou doar) o que está estragado, depois as coisas que não uso à algum tempo, depois as coisas de que não gosto muito, depois as que são difíceis de lavar, ou de passar a ferro, ou as coisas que naquele dia me chatearam por algum motivo... e quando dou por mim já (...)
Qui | 06.08.20

Brincadeira para 6 anos que ajuda a praticar a leitura

Purpurina
Durante a quarentena comecei a ensinar a Lara a ler. Ela já conhecia as letras todas desde os 3 anos e começámos a juntar todas as consoantes com vogais para formar sílabas simples. Neste momento consegue ler palavras simples como tapete, bebé, pai, gaveta, banana, casa, caneta, etc. Como em setembro já vai para a escola deixei de a ensinar a ler de forma muito ativa. Não sou professora e não quero ensinar a Lara de forma errada ou diferente da que vai ser utilizada na escola. (...)
Seg | 03.08.20

Maria #42

Purpurina
Pela manhã, antes de sairmos de casa para levar os miúdos à escola, deixamo-los a brincar sozinhos. Abolimos a televisão ou o iPad em dias da semana e eles brincam muito mais juntos. Claro que há sempre um conflito ou outro, principalmente entre a Maria (de 4 anos) e o Eduardo. Com quase dois anos, ele está naquela fase ingrata em que se diverte imenso a roubar os brinquedos às irmãs e a fugir a correr com eles na mão. Tenho dito à Maria para não gritar com o irmão e, em (...)