Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qua | 19.06.19

Maria #24

Purpurina
A Maria, com 2 anos e 10 meses, surpreende-nos todos os dias com as suas atitudes, determinação e desenvoltura. É a mais desafiante dos meus filhos e obriga-me, todos os dias, a controlar os meus nervos e a minha paciência para conseguir dar a volta às birras e aos gritos dela. Em termos de birras, tudo o que funcionava com a Lara, com a Maria é mais complexo. A Maria luta muito por aquilo que quer e não se deixa convencer facilmente. Todavia, cede a uma boa argumentação e a (...)
Seg | 17.06.19

Irmãos #1

Purpurina
Sempre quis ter irmãos. Desde pequena e até ser adulta. Adoraria ter um irmão ou uma irmã. Hoje, de certa forma, sinto-me a viver a "experiência de ter irmãos" através dos meus filhos. Não será a mesma coisa, claro, mas é muito bom acompanhar a dinâmica de 3 irmãos com idades semelhantes, a crescerem juntos. Estou a aprender exatamente o que é ter irmãos, no seu melhor e também naquilo que é mais desafiante. Irmãos brigam. Muito. Pelas coisas mais "parvas". Por tudo e (...)
Qua | 12.06.19

Lara #23

Purpurina
O Milton contou-me isto: Estava ele a conversar com a Lara, a determinada altura do dia em que estavam só os dois, quando a Lara começa a contar um episódio na escola. Parece que ela se esqueceu do casaco de ginástica num canto e, como os casacos dos colegas são todos iguais, a professora disse-lhe que ela tem que dizer à mãe para o identificar com o nome. Faz sentido. A brincar a professora disse à Lara que qualquer dia vendia a mãe dela. A Lara, depois de dizer isto ao pai, (...)
Seg | 10.06.19

Lara #25

Purpurina
  Estou em casa com a Lara e o Eduardo. O Milton foi passear com a Maria e, à tarde, irá passear com a Lara. Antes disso é suposto o Eduardo dormir a sesta e a casa ser arrumada. Ora o Eduardo adormece sempre com música e, nas últimas semanas, temo-lo adormecido enquanto passa o Boom 2018 na televisão (no Youtube). Adormecemos o rapaz a dançar com ele ao colo. Peço à Lara para arrumar os brinquedos da sala, enquanto eu adormeço o Eduardo, para nos podermos despachar. Estamos (...)
Sex | 07.06.19

Eduardo, 10 meses

Purpurina
10 meses da melhor surpresa que a vida nos trouxe. Ainda hoje olho para ele e parece-me inacreditável ter tido a sorte dele ter surgido nas nossas vidas. Lembro-me muito bem do momento em que descobri que estava grávida, com duas filhas pequenas ainda, e de ter sentido uma calma imensa e uma alegria enorme. E, mesmo nos momentos mais desafiantes, quando em casa é só gritos, desarrumação e desorientação, sinto-me sempre feliz por ver a casa cheia de miúdos.  Isto para dizer que (...)
Qui | 06.06.19

Lara #21

Purpurina
A Lara tem 5 anos e é a mais velha dos meus três filhos. É também a mais bem humorada, a mais criativa e a mais sensível. Em casa é a que nos dá mais mimos e não é raro oferecer-se para me fazer uma massagem se estou cansada (dura 10 segundos, mas vale a intenção), aconchegar-me com uma mantinha se adormeço no sofá, ou trazer-me uma almofada para colocar atrás das costas se me queixo de estar com dores nas costas. A Lara está atenta aos outros e é muito carinhosa. Adora (...)
Qua | 05.06.19

...

Purpurina
3 filhos pequenos com 10 meses, 2 anos e 5 anos.  Tarefas que são dos dois, são feitas pelos dois, efetivamente, o que significa fazer tudo menos amamentar. Mas tem que haver sempre tempo para fazer algo só para nós.  É humano.  É essencial.  Eu escrevo coisas.  Ele faz isto.  Já agora... subscrevam o canal do homem. Muito obrigada. :)  
Qui | 30.05.19

Ver sempre o lado positivo das coisas

Purpurina
Cozi arroz branco para acompanhar almôndegas de vegetais mas, para não variar, aquilo ficou demasiado cozido e com a consistência de argamassa. Chorei, desesperei, insultei o meu reduzido talento para a culinária? Nada disso.  Se é argamassa que temos, então vamos moldá-la, juntar umas sultanas e animar o prato das crianças. Ps: Até fiquei comovida a observar a Lara a comer o arroz com muito cuidado para ir deixando a estrela o mais direita possível, à medida que ia (...)
Qua | 29.05.19

Lara #24

Purpurina
No domingo de manhã, enquanto o Milton vai com a Maria à piscina, tento arrumar a casa, mesmo estando com a Lara e o Eduardo. Peço à Lara para entreter o Eduardo enquanto arrumo a roupa lavada e faço a cama. Deixo, então, o Eduardo no chão da sala ao pé dela. Do quarto começo a ouvir um chiar bastante alto e pergunto à Lara o que se passa. Diz ela: "O Eduardo está a arrastar as peças de Lego no chão." Digo eu: "Ai, ai, ai Eduardo". Diz a Lara: "Ai, ai, ai para ti mãe. (...)
Seg | 27.05.19

Coisas de irmãs #7

Purpurina
Domingo de manhã e o rapaz acordou pela 8h00. Deu-nos uma noite inteira de sono, interrompido apenas uma vez pela Lara que quis fazer chichi a meio da noite. Quando me levanto oiço as miúdas no quarto e vou espreitar devagarinho. Encontro a Lara sentada no berço com a Maria, a contar-lhe histórias de uma coleção de livros pequeninos que elas têm. Como não me viram, saio sem fazer barulho e deixo-as assim mais algum tempo. Mais tarde, já depois do pequeno almoço, a Maria (...)
Dom | 26.05.19

Lara #22

Purpurina
Na hora de almoço, a Lara está a comer arroz de peixe enquanto eu lavo a loiça. "Lara, depois do arroz vais querer comer quivi, ou outra coisa?" pergunto. Responde-me ela: "Sim. Vou querer um cachorro quente."
Qui | 23.05.19

Este é o conto de fadas que quero contar aos meus filhos

Purpurina
Conheci "A Bela e o Monstro" há uns dias atrás, com o novo filme protagonizado pela Emma Watson. Confesso (mais uma vez) que não sou grande fã de Contos de Fadas. As protagonistas dizem-me pouco e, sinceramente, não encontro grande moral naquelas histórias de príncipes e princesas que queira contar aos meus filhos. Mas, por algum motivo, dei com o filme "The Beauty and the Beast" no Netflix e resolvi começar a ver. E fiquei maravilhada! Que filme maravilhoso! Quase que chorei a (...)
Seg | 20.05.19

Eduardo, os 8 meses

Purpurina
Nasceu-lhe o primeiro dente aos 8 meses (aos 5 meses foi um falso alarme). Começa agora a sentar-se sozinho e corre a casa toda a gatinhar.  Só está bem no chão, a explorar tudo o que vê à frente. O sítio preferido dele é a estante da sala com os livros de crianças e de adultos, que está no chão, ao nível dele. Entretém-se imenso a tirar os livros todos para fora e a abri-los. Como não os tem estragado, eu deixo. Começa a reclamar mais com a sopa e, por vezes, lá ponho (...)
Sab | 18.05.19

Bolachas de gengibre e canela

Purpurina
O que vos digo sobre estas bolachas é que a receita rendeu 40 e foi um esforço hercúleo não papar aquilo tudo em 15 minutos. São mesmo boas! E a opinião, desta vez, é unânime. As bolachas agradaram mesmo a todos (menos ao Eduardo que ainda não come estas coisas). Sem mais conversas segue a receita: Ingredientes - 90g de açúcar  (uso mascavado ou amarelo) - 100g de manteiga à temperatura ambiente - 1 ovo - 250g de farinha sem fermento - 1 colher de chá de fermento para bolos
Qua | 15.05.19

Maria #24

Purpurina
A Maria, a brincar no quarto com as bonecas, começa a rabujar com elas. Da sala, ouvimos o seguinte: "Ai, ai ai... Caramba pá! Que mania!" Que risota! Ela diz isto com tanta graça. Está claramente a interpretar uma personagem. Achamos que é a da Educadora dela porque cá em casa não usamos estas expressões. Até usamos outras piores e menos adequadas, mas não estas. :D
Qui | 09.05.19

Um livro fantástico para os filhos e para os pais

Purpurina
Um livro sobre arte, que reune desenhos criativos e obras de arte intemporais. É muito diferente e estimulante para os miúdos e, por não ter texto, convida os pais a usarem a imaginação e criarem formas diferentes de "ler" o livro. Este é daqueles que a Maria me pede para ler várias vezes seguidas e eu não me importo mesmo de o fazer. É mesmo muito giro!
Ter | 07.05.19

Maria #21 A roubar bolachas à irmã mesmo debaixo do seu nariz

Purpurina
Fomos fazer um piquenique ao parque da cidade e passar lá a tarde. Para comer levei fruta, iogurtes e umas bolachas torradas, pequeninas.  Dei uma caixinha com bolachas a cada uma das miúdas, cada uma com o mesmo número de bolachas. A Maria ficou sossegada a comer as bolachas e a Lara, como de costume, ia-se distraindo com várias coisas e estava sempre a sair do lugar para ir brincar. Sempre que a Maria a via a afastar-se, fazia um ar muito sério, compenetrado e algo suspeito (...)
Dom | 05.05.19

As conversas da Maria #2

Purpurina
A Maria pede para ver desenhos animados, depois de ter estado a brincar com livros no quarto. "Está bem, mas primeiro tens que arrumar os livros." digo eu. "Não posso mãe. Estou cansada de arrumar." responde ela, com um ar muito importunado (e um pouco indignado).