Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 16.10.18

10 perguntas e respostas sobre maternidade

maternidade 7 tag.jpg

 

1. És mãe de quantos filhos?
Três: duas meninas e um menino.

2. Que idade têm?
Quatro anos, dois anos e dois meses e meio.

3. Do que os teus filhos mais gostam?
Lara: beijinhos, abraços, piscina, saltar, pular e subir coisas.
Maria: bolachas e Xana Toc Toc.
Eduardo: mamar, conversar e ouvir assobiar (tem dois meses, entenda-se).

4. O que aprendeste com a maternidade?
A viver mais o presente, a organizar-me e a estabelecer as prioridades certas.

5. Tens a ajuda do teu marido e dos teus pais?
Os meus pais vivem a milhares de quilómetros de mim mas tenho a ajuda da minha sogra sempre que é necessário.
Em relação ao Milton, não tenho a ajuda dele, tenho a colaboração ativa dele a cuidar dos filhos que são, efetivamente, dos dois. Ele faz exatamente o mesmo que eu com a única exceção da amamentação.


6. O que foi mais difícil?
Passar pelas cólicas quando a Lara era recém nascida. Foi bem duro ainda por cima porque era a primeira filha e eu não percebia nada de bebés. Agora já sei mais qualquer coisa e tem sido cada vez mais fácil.
Também foi desafiante passarmos algumas semanas de verão com todos em casa ao mesmo tempo, mas não tanto como as cólicas.

7. Que idade deles é mais gira?
A minha filha mais velha tem apenas 4 anos mas gostei de todas as fases, todas são giras e têm encantos diferentes. Até a fase dos 2 anos (quando surge o auge das birras) é muito gira.

8. O que é mais importante na educação dos teus filhos?

 Para mim o mais importante é educa-los para serem pessoas boas, independentes e confiantes.

 

9. Que dica dás para outras mães e mulheres?
Que procurem toda a informação que puderem e quiserem em relação à maternidade mas que deem sempre primazia à sua intuição de mãe. E que nunca se deixem convencer por terceiros a fazer algo que sintam que não está correto. Acredito mesmo que "a mãe é que sabe".

 

Tag encontrada aqui.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.