Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 09.02.17

5 coisas que adoro na creche da minha filha

creche-traditionnelle.jpg

 

 

A Lara, a minha filha mais velha, entrou na creche com 18 meses (falo disso aqui). 

 

Procurámos bastantes creches e ela acabou por ir para a que fica mais perto de casa e, das poucas que tinha lugar. Pensando bem, parece que foi mais a creche que nos escolheu a nós do que o contrário.

 

Eu não tinha grandes certezas se aquela creche seria a melhor, nunca sabemos não é? Só podemos saber se a creche é boa, ou se a nossa criança se adapta, meses depois.

 

Passou o primeiro mês (o mais problemático) e eu fui tendo, cada vez mais, a certeza de que tinhamos colocado a Lara na creche certa.

 

Destaco 5 motivos para ter esta opinião:

 

1- As educadoras e auxiliares são gentis, meigas e genuinamente empáticas

Ou então são umas atrizes do caraças. O facto é que falam com tanto carinho dos nossos filhos e com eles, que chego a ficar confusa e a pensar se aquelas senhoras não serão umas primas próximas ou as madrinhas deles e nós é que nos esquecemos.

Mais de uma vez, fiquei a observar a interação entre a Lara e as educadoras e auxiliares sem ser vista (quem é que não?) e só vi coisas boas.

Numa dessas vezes - logo nos primeiros meses - a Lara saltou do colo da auxiliar (onde estava muito bem instalada) para o meu e a rapariga ficou quase sentida com isso.

Não raramente diz que não quer vir para casa e recusa-se a sair do pé da educadora, com quem estava entretida numa atividade qualquer (às vezes apenas a saltarem juntas pelos corredores da escola, quando o pai a vai buscar mais tarde e já não estão lá mais meninos).

Existiram duas ocasiões em que me deparei com pessoas menos empáticas na creche. Não eram más, nem mal educadas, nem nada parecido. Simplesmente eram um pouco mais bruscas no trato, nada de especial. Pouco tempo depois deixei de as ver por lá.

Acredito que a escola escolhe muito bem as pessoas que lidam com as crianças e isso deixa-me mesmo muito descansada.

 

2- Não raramente a Lara traz doces na mochila

E os pais consolam-se a comê-los.

Sei que não dão refrigerantes ou sumos aos miúdos e, com a exceção de bolos de aniversário (que nos pedem para enviar sempre simples e sem cremes) não lhes dão doces. Quando os meninos que fazem anos levam saquinhos de chocolates ou outros doces para oferecer aos colegas, o pessoal da creche coloca-os na mochila. Isso é mesmo muito importante para mim.

 

3- Os lanches são levados pelos pais mas estão pré definidos pela escola

Mais uma vez isto revela que dão importância à alimentação dos miúdos. 

Por um lado, tentam que os miúdos não fiquem a olhar para o lanche dos meninos do lado com vontade de o surripiar, e por outro, obriga a que os pais variem no lanche que mandam para os seus filhos.

Confesso que eu enviava muitas vezes a mesma coisa: leite ou iogurte natural com tartes e bolachas sem açúcar feitas em casa. Parece que alguns pais enviavam bolachas com chocolate e suissinhos todos os dias. Agora enviamos um lanche diferente todos os dias eos miúdos comem lanches variados durante a semana: pão, bolachas, leite, iogurte, fruta e cereais.

 

4- Os pais são incluídos em várias atividades na creche

Quase todos os meses há qualquer atividade onde os pais podem participar. Cantorias, teatros, danças, coreografias várias, atividades livres, mercadinhos... e sei lá o que mais.

Confesso que não participo em todas, nem em metade, mas é bom saber que se quiser posso participar. É bom para conhecer as pessoas que estão com os nossos filhos todos os dias e mesmo os outros pais.

Com isto o pai da Lara já foi tocar e cantar as músicas da carochinha para os meninos da sala da Lara e eu fui fazer animais com balões (falei disso aqui).

 

5- Existe um grande respeito pela privacidade das crianças

Nas várias atividades que fazem na escola são tiradas fotos que, no final do ano, são enviadas para os pais. Nas fotos que recebi, que têm mais crianças, todas têm a cara tapada. Achei isso fenomenal.

Claro que, na página de Facebook da escola, também não colocam fotos das crianças (pelo menos sem pedir autorização aos pais).

 

É por isto, acima de tudo, que adoro a creche da Lara. Não sendo perfeita é, sem dúvida, a melhor que podia encontrar para as minhas filhas.

 

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.