Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 21.02.19

5 coisas que tenho a dizer sobre o Conan Osíris

Conan Osíris.jpg


Ora quem vem a ser o Conan Osíris?

Sei pouco sobre ele, mas posso partilhar.

É um jovem que está a participar na Eurovisão com uma música pouco consensual. Nas suas atuações faz-se acompanhar por um bailarino cuja performance também é pouco consensual.

Podemos considerar o Canan Osíris uma personagem daquelas se geram emoções muito fortes: ou se ama ou se odeia.

Há quem o compare ao António Variações, há quem considere a sua música inovadora e muito "à frente no tempo", há quem considere a sua música apenas engraçada e há quem a considere um lixo.

Feita esta singela introdução, sinto-me em condições de dizer as tais 5 coisas sobre o Conan Osíris:

- Estou do lado dos que gostam dele, claro. Não acho a música fenomenal mas acho-a suficientemente intrigante para já a ter ouvido muitas vezes. Na verdade gosto mesmo é de ver os vídeos dos espetáculos em que ele se apresenta com o bailarino. Adoro a performance dos dois. Gosto mesmo.

- Gosto do rapaz. Gosto da "cena" dele e gosto muito do facto dele estar a fazer a sua "cena". É muito difícil ver alguém a ter coragem de ser tão genuíno e de o mostrar ao mundo. Só por isso já tem todo o meu respeito.

- Li, num comentário no Youtube, que o Conan Osíris tinha inventado o "Fado Psicadélico". Genial. Não sei bem porquê mas esta ideia deixa-me de muito bom humor.

- A minha música preferida até agora é o QMD. É proceder à especulação.

- No jornal Público diz-se dele: "Nunca ouvimos nada assim." E isso é um facto.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.