Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 15.04.19

A festa de 5 anos da Lara

Lara aniversario.jpg

No ano passado não fizemos festa porque a Lara esteve adoentada durante vários dias. No dia de aniversário fomos almoçar fora com ela (e planeávamos dar um passeio) mas acabámos por regressar a casa mais cedo porque o tempo estava péssimo e ela, de facto, estava abatida.

Senti-me mesmo triste com isso porque gosto mesmo que os dias de aniversário sejam especiais. 

Este ano foi ela que decidiu o que queria fazer e, com muita antecedência, já tinha pedido para fazer uma festa na escola, com pula-pula e pinturas faciais.

A nossa ideia inicial seria alugar um espaço para podermos convidar toda a família e amigos mas, perante a insistência da Lara em fazer na escola, é evidente que lhe fizemos a vontade. 

Então requisitamos os serviços de uma empresa de animação, preparámos um lanchinho, levámos uns balões em forma de unicórnio e lá fomos nós fazer a festa à Lara.

Confesso que estava um bocadinho apreensiva e não sabia bem como ia correr. Tinha dúvidas em relação à comida que devia levar e se ia correr tudo bem com mais de 20 miúdos a correr ali de um lado para o outro. Acho que tinha medo que alguém se magoasse, ou que não se divertissem o suficiente, eu sei lá.

O facto é que as educadoras estavam presentes, mais duas pessoas da empresa de animação e tudo correu muito bem. Rapidamente percebi que foi uma excelente opção fazer a festa desta forma.

- A Lara estava radiante! Não me lembro de a ter visto alguma vez tão feliz e tão entusiasmada (e ela é uma menina naturalmente alegre e bem humorada).

- Fomos buscar a Maria, que está na mesma escola, para a festa da irmã.

- Como a festa foi num dia de semana, em horário escolar (a partir das 15h00) todos os meninos da turma dela que estava na escola, puderam estar presentes e eu pude conhece-los e brincar com eles. Como é quase sempre o Milton que as leva e vai buscar à escola, eu acabo por não conhecer metade dos colegas dela, só mesmo de nome porque a Lara fala muito dos amiguinhos.

Gostei mesmo de conhecer os miúdos e perceber a dinâmica da turma. São amorosos. Mesmo. Acho que consegui falar com quase todos e fiquei mesmo surpreendida! Alguns deram-me abraços e beijinhos, algumas meninas brincaram muito com a Maria (que se divertiu imenso) e muitos vieram falar comigo e perguntar-me porque tinha um penso no dedo (tinha-me cortado de manhã, a fazer sandes).

- A Lara foi uma querida com a Maria e deu-lhe muita atenção durante a festa.

Foi uma tarde mesmo muito feliz e, tenho a certeza, que se transformará numa memória de infância muito valiosa! 

A empresa de animação que contratámos foi esta e ficamos mesmo muito satisfeitos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.