Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 30.05.17

Amarelo

magali de vestido amarelo 7.jpg

 

 

Num dos dias em que eu e umas amigas do trabalho decidimos ir à discoteca Lux, em Lisboa, resolvi inovar um bocado na indumentária que é como quem diz, aceitar as sugestões das amigas (triste ideia).

 

Elas, como acontece com frequência, estranhavam que andasse sempre de preto e sugeriam que vestisse outras cores que, de acordo com a sua opinião, me haveriam de favorecer mais do que o preto. É justo e as minhas amigas tinham, certamente, a melhor das intenções. Mas a coisa não correu da melhor forma.

 

Acabei a ir para o Lux com umas calças de gangas justas, metidas por dentro de uns botins adidas pretos e rosa choque, e um top de tecido tipo crepe, cor de rosa bebé (???!!!!!!!!!).

 

Para além de ter visto 10 pessoas (só nos mesmos 5 metros quadrados que eu) com tops iguais, passei a noite toda a sentir-me estranha naquela indumentária. A noite não foi nada memorável e eu tinha  mais vontade de me esconder do que de dançar. 

 

Obviamente que o caso não se repetiu e voltei a usar as minhas roupas do costume, pretas com uns toques (poucos) de outras cores na mala ou nos sapatos.

Agora se até hoje eu não consigo vestir grandes cores, as minhas filhas já adoro ver de cores clarinhas. Aliás, gosto de as ver de cores que nunca conseguiria vestir. Entre elas, o amarelo.

Acho que nunca vesti amarelo desde que defini aquilo de que gostava. Nunca me lembro de olhar para uma camisola de mulher amarela e pensar algo diferente de "Nunca ninguém me vai apanhar com aquilo vestido!" Vá, calhando pagarem-me se calhar até vestia um topzito amarelo durante uma tarde de praia.

 

Hoje em dia, olho para roupinhas amarelas de menina e apetece-me comprar tudo.

 

A Lara fica amorosa de amarelo e tem várias coisas de verão dessa cor e a Maria vai pelo mesmo caminho. É que os miúdos ficam mesmo queridos de amarelo. Não sei bem porquê mas é uma cor que parece ficar bem a todos. 


Vejam estas coisinhas mimosas e digam lá se não são extremamente amorosas.


Tudo com fantásticos descontos, como se quer. ;)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.