Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 11.02.17

As coisas que a minha filha Lara diz #1

boneca moreninha.jpg

 


A um mês de fazer 3 anos, a Lara sai-se com estas:

 

1- Quando está chateada com o pai, normalmente porque ele não lhe fez alguma vontade, chega ao pé de mim com cara de caso e diz: "Foi o paaaaaai."

E quando pergunto o que o pai fez ela diz, invariavelmente: "Fez um dói dói à Lara, na cabeça."

 

O pobre do pai magoou a Lara na cabeça, sem querer, uma vez em que ela estava atrás dele e ele não a viu. Nada de especial, não fez sangue, nem um galo, nem um ponto vermelho, foi só o susto.

 

A partir daí, qualquer chatice que tem com o pai, vem fazer queixas e diz que o pai fez dói dói na cabeça.

 

 

2- No outro dia, não sei bem como nem porquê, a Lara disse que a educadora batia aos meninos que se portavam mal. Mas que à Lara não batia uma vez que a Lara não se portava mal. 

Sem preocupação nenhuma - uma vez que nunca nos passaria pela cabeça que a educadora lhes batesse, ou tivesse qualquer tipo de comportamento menos adequado com as crianças, ela é uma querida mesmo, não tenho qualquer tipo de dúvida - resolvemos puxar pela Lara. Perguntámos se ela dava pontapés, estalos, gritava, batia com as crianças nas paredes e mais umas  coisas estapafúrdias, ao que a Lara respondeu positivamente a tudo. :D Que violência! Cuidadinho com a imaginação das crianças. :P

 

3- A Lara vira-se para mim, passa-me a mão no cabelo e manda-me com esta: "A mãe tem o cabelo feio."

 

Eu: "A sério filha?"

 

Ela: "Sim. Mas não fica triste mãe."

 

Eu: "Oh fofinha, a mãe não fica triste. A mãe é uma rapariga com maturidade sificiente para aceitar a realidade com alguma descontração."

 

 

4 -  Estava a Lara a falar com o pai que, distraído não a estava a ouvir e, consequentemente, não lhe respondia.

Diz ela: "Fala pai. Fala comigo pai."

 

 

5 - Não raramente diz-me para me calar. Às vezes nem percebo bem porquê. Ela só diz: "Cala-te mãe."

 

 

6- Volta-se para mim com um ar muito sério e diz: "A mãe está a portar-se muito mal, muitooooo mal."

 

 

7- E, claro, diz muitas vezes: "A mãe é linda! O pai é lindo!" mas isto já é o esperado, não é? :D

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.