Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 10.12.16

Atenção: conteúdo potencialmente chocante. Ainda sobre ter recomeçado a trabalhar.

mulher-feliz
Fui trabalhar dois dias. Depois fiquei de férias e volto no final de dezembro. Estes dois dias foram um erro de cálculo da minha parte em relação à licença de maternidade.

A parte normal de recomeçar a trabalhar é que me custou. Custou-me despachar de manhã. Custou-me mais que tudo, dizer à Lara, quando me pedia para brincar com ela, que não podia ser, que tinha que me despachar para ir trabalhar. Isso custou-me muito.

 

A parte chocante (ou não) é que gostei muito de ir trabalhar. Gostei de voltar à rotina, de voltar a sentar-me na secretária para escrever, voltar a pegar nas coisas que me dão tanto prazer fazer, de voltar a estar com os meus colegas de quem - tenho muita sorte, eu sei - gosto tanto e de quem tive verdadeiras saudades (por isso é que de vez em quando voltava ao gabinete para dois dedos de conversa).

 

Logo no primeiro dia mudámos de instalações e fomos para um open space com muito mais pessoas. E também gostei disso, da nova dinâmica de trabalho, da interação mais fácil com os outros membros da equipa.Vou ter que me habituar a trabalhar com mais barulho à volta mas, com o tempo, chegarei lá.

 

Potenciais motivos de ter gostado de ir trabalhar

 

Talvez não me custe tanto ir trabalhar porque estou com horário reduzido e, vivendo a dez minutos do trabalho, chego a casa num instante.

 

Talvez não custe tanto porque a minha bebé fica com a avó e continua a mamar porque consigo tirar leite para guardar durante a hora de almoço.

 

Talvez não me custe tanto porque tenho vindo a trabalhar bastante na minha mente, nas minhas emoções.

 

Tenho aprendido a ver sempre o lado positivo das situações e a não me desgastar demasiado com as coisas que não posso mudar.

 

O facto é que gosto de estar com as minhas filhas, gosto de estar em casa - onde escrevi e escrevo todos os dias neste blogue - adoro fins de semana, férias e todos os momentos em que estou com a minha família e amigos. Mas também gosto muito de ir trabalhar.Vá, sou uma pessoa "de boa boca" como se costuma dizer. Gosto basicamente de (quase) tudo. 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.