Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 13.01.17

Sugestões incríveis sobre brincadeiras com os vossos bebés... Aprendam comigo o que Não fazer

brincadeiras com bebés 7

 

#repost de um texto antigo

 

Hoje vou falar de duas brincadeiras que devem evitar fazer com as vossas crianças.

 

Como sou amiga, experimentei por vocês e  já vos posso dizer que são ideias que no início parecem muito tentadoras e engraçadas mas, depois, acabam por se revelar uma grande parvoíce. Assim, escusam de se meter nisso.

 

Acrescento que são brincadeiras iniciadas pelo pai (já se sabe) que a mãe achou por bem em continuar. Até perceber que não.

 

Primeira brincadeira a não fazer (jamais) 

 

Brincar às dentadas (parece óbvio que não se deve fazer não é? Pois.)

 

Colocar o nosso dedo na boca da criança e, depois dela fechar a boca, grunhir e gritar de uma forma muito cómica e contagiosa. A criança ri e ri e ri e é tudo muito engraçado e nós gostamos muito.

 

Entretanto, num desses inspirados momentos, a minha filha não se limitou a fechar os dentes levemente sobre o meu dedo e decidiu fechar a dentadura (que já é bem extensa) com toda a sua força. Por momentos pensei que me ia arrancar o dedo com uma única dentada. Já nem me lembro como é que a convenci a abrir a boca novamente, mas a dor agudíssima que senti na altura, e aqueles dentitos marcados no meu dedo mindinho, levaram-me a desistir rapidamente desta interessante atividade.

 

Entretanto a Lara também punha os deditos na minha boca para eu morder. Comecei a imaginar logo a cena: A Lara na creche a perseguir as outras criancinhas de boca aberta. Não. Definitivamente não é para repetir.

 

Segunda brincadeira a não realizar (antes de dormir)

 

Brincar aos Monstros

 

A criança está sentada no "andarilho" (uma espécie de motinha com rodas e sem pedais) enquanto o pai ou a mãe, perseguem-nos, de gatas, emitindo ruídos assustadores.

 

A Lara grita, esperneia toda elétrica e feliz, e foge. Durante a fuga manda-se do andarilho para o chão, salta para o colo do outro progenitor, volta para o andarilho e começa tudo de novo. Isto dezenas de vezes seguidas.

 

Ontem foi meia hora disto. Antes de dormir.

 

Claro que não queria dormir. E ela dorme sempre muito calmamente, sozinha e sem reclamar.

 

Chorou e reclamou antes de se resignar a dormir calmamente.

 

Às 5 horas da manhã estava acordadíssima e não voltou a dormir.Não posso jurar que tenha sido por causa da brincadeira "com mais acção" antes de dormir mas, ajudar não deve ter ajudado.

 

Pelo sim pelo não, a  partir de agora, só brincadeiras calminhas antes de dormir.Parece tão óbvio não é?

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.