Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 20.09.18

Como ensinar as crianças a gostar de ler?

 

Asmanasaler.jpg

 

Sei que uma criança pode gostar de ler sem ser ensinada.

Eu adoro ler desde que aprendi a faze-lo, com 6 anos, na escola primária. Lia tudo o que me aparecia à frente (umas coisas mais adequadas que outras) e os meus tios mais novos começaram a emprestar-me os seus livros de banda desenhada da Disney que eu lia e relia dezenas de vezes.
Mais tarde, descobri as biblioteca e a minha vida nunca mais foi igual. Foi muito mas muito melhor!

Na minha casa ninguém lia e chegavam a dizer-me que ler tanto não me fazia bem, poderia fazer mal à visão e que eu não devia fazê-lo como fazia. O facto é que estava sempre com um livro à frente, mesmo na hora das refeições. Era mesmo um vício.

Apesar de não achar que se não se ensinar a ler as crianças não vão gostar de ler, tenho a certeza que uma criança que seja desde cedo habituada a conviver com livros, dificilmente não gostará de ler. Ou seja, não é indispensável ensinar a ler para estimular o gosto pela leitura mas se o fizermos esse gosto é quase garantido.

As minhas filhas são um bom exemplo, acho eu.

Têm 2 e 4 anos e ambas adoram livros. 

Muitas vezes, chegam a casa da escola e cada uma pega no seu livro e fica a "ler" no tapete da sala, verdadeiramente focadas no que estão a fazer.

Acho uma delícia!

Tanto eu como o meu namorado gostamos muito de ler e só não lemos mais porque não temos tempo por isso, geneticamente, estarão mais do que programadas para gostar muito de ler.

Ainda assim existem algumas coisas que temos feito que podem explicar este gosto das miúdas por livros:

- Desde bebés que lhes colocamos livros na mão e os lemos para elas.

- Com um ano já eram frequentadoras assíduas da biblioteca.

- Todas as semanas vamos à biblioteca e trazemos mais de 10 livros, por isso há sempre livros diferentes lá em casa, o que faz com que o interesse se mantenha sempre muito estimulado.

- Apesar de não termos muitos brinquedos, não faltam livros para crianças em casa. No Natal e aniversários é sempre o que peço para oferecerem.

- Lemos-lhes livros todos os dias: livros de histórias e também pequenas enciclopédias (adequadas para a idade delas) e dicionários de imagens.

- Deixamos os livros arrumados numa prateleira baixa da sala, ao alcance delas. Assim, podem tira-los e arruma-los à vontade, quando querem.

- Sempre que possível, elas vão connosco à biblioteca e escolhem os livros que querem trazer. A maior parte sou eu que decido mas acho importante dar-lhes, também, o poder de decisão sobre o que querem ler.

Por aqui isto tem funcionado lindamente e posso afirmar com certeza que as miúdas preferem livros a desenhos animados. Só não preferem livros a brincar na rua e a passeios o que, convenhamos, é bastante desejável. :)

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.