Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 23.07.16

Desafio das 52 semanas #33: Tenho medo de…

meditação 7Tenho medo de muito pouca coisa.Nem sempre foi assim. Já fui uma pessoa cheia de medos e muito ansiosa (ansiosa ainda sou). Na minha infância andava sempre apavorada. Por tudo e por nada. Principalmente perante o desconhecido. Era tímida, assustadiça e muito pouco confiante.Lembro-me de andar pelos corredores da escola com receio que reparassem em mim e se metessem comigo. Tinha tanto medo que acho que chamava ainda mais a atenção. Isto deve funcionar mais ou menos como com os animais.Tinha tanto medo que chegou a uma altura em que não poderia ter mais e decidi combate-lo. Não consigo precisar como e quando aconteceu mas, a partir de determinado momento da minha adolescência, comecei a praticar meditação regularmente e a iniciar uma mudança radical na minha vida. Isso ajudou-me muito a pensar claramente e a ver as coisas da forma que elas realmente são. Comecei a crescer, vá.A partir daí decidi que sempre que sentisse medo de alguma coisa devia faze-la ainda mais depressa, sem hesitações. Claro que estamos a falar de medos irracionais, como  de desempenhar determinadas tarefas ou de falar em público. Certamente que não me vou mandar de um penhasco por ter receio de alturas. Bem... podia fazer bungee jumping.Hoje em dia, a ter algum medo que valha a pena mencionar, só se for  de não estar a ser tão feliz quanto poderia ser. Ou de perder tempo em coisas que não valem a pena. Ou medo de olhar para trás e achar que poderia ter feito mais e melhor. Não sei. Não penso muito nessas coisas. Creio que nem esses medos eu tenho porque faço sempre por ser feliz, estar bem disposta e alegre.É uma constante a cada dia.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.