Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 09.06.16

Diário de gravidez: As 37 semanas

gravidez 37 semanas

A posição curiosa da mão deve-se ao vento e ao sentido de oportunidade do fotógrafo. :P

 

A primeira coisa que noto é que esta gravidez tem passado a correr. Estou grávida há quase 9 meses no entanto parece que passaram apenas 3 ou 4. Com as coisas que tenho para fazer, a Lara que pede uma atenção constante e os dias que passam a voar, a gravidez parece estar em velocidade 4.

 

Para além desse pormenor e de me sentir muito pesada (o que, na verdade, acontece desde antes dos 6 meses) tenho uns sintomas mais simpáticos que outros:- As cãibras estão mais controladas. Continuo a tomar o magnésio diariamente, o que tem ajudado bastante.

 

- Continuo com um grande apetite mas tento não comer gorduras nem doces. Tem-me apetecido imenso leite e laranjas (que não como ao mesmo tempo).

 

- Chegaram as infames hemorróidas. Horrível.

 

Chego a ter dores durante o dia só de estar sentada. E em pé também.Tenho colocado gelo à noite o que ajuda imenso. Coloco um preservativo cheio de água no congelador e uso-o com uma fraldinha de algodão (muita informação?). Foi o que mais me ajudou depois do parto da Lara, nas hemorróidas e nos pontos.  No outro dia já não doem tanto, começando a doer novamente mais para o fim da tarde. Quando for ao médico vou falar disso.

 

- Vou à casa de banho de 5 em 5 minutos sempre que bebo mais líquidos. Às vezes venho a sair da casa de banho e já tenho que voltar atrás.

 

- De vez em quando tenho insónias. Acordo pelas 4 da manhã para ir à casa de banho e depois não consigo voltar a dormir. Acho que é normal nesta fase da gravidez. Para mim é especialmente aborrecido porque não consigo dormir de dia sem ficar terrivelmente rabugenta.

 

- Aumentei mais quilos agora do que na gravidez da Lara (foram 9 quilos). Neste momento já aumentei uns 12 quilos. Sinto-me uma baleia mas as pessoas são umas queridas e dizem que estou elegante. Acho que não estou gorda e gosto de me ver assim, mais "cheinha" mas sinto-me uma baleia cómica e feliz. Faz parte e não me importo mesmo nada com isso.

 

- Estou cheia de sinais pelo corpo todo, embora os note mais no peito e na barriga. Quando estava grávida da Lara também foi assim.

 

- Continuo com o cabelo sequíssimo. Mesmo que fique 3 dias sem o lavar está sempre como uma juba de leão, cheio de volume e sem um pingo de oleosidade. Afinal, ter o cabelo seco não é tão agradável como eu pensava.

 

- O neurónio anda muito fraco. Esqueço-me de tudo. Pergunto as coisas às pessoas várias vezes e, em algumas delas, simplesmente não entendo o que me dizem. Isto em português. Enfim...

 

Tenho aproveitado o tempo para ler bastante os livros do pediatra Mário Cordeiro, embora tenha lido mais sobre a fase da Lara, de 2 anos, do que sobre bebés, mas lá chegaremos. Ainda não fiz a minha mala de maternidade e faltam algumas coisas na mala do bebé. Tenho que tratar disso esta semana.

 

Também não tenho feito os 30 minutos de caminhada diária recomendados pela nutricionista. Não me sinto capaz de andar mais do que 10 minutos seguidos, canso-me muito e tenho que parar, por isso nem sequer tenho feito um esforço. Mas sei que devia fazer.

 

Depois do parto (entenda-se um mês e meio depois) planeio começar a caminhar novamente e, mais tarde, a correr.

 

A disposição está quase sempre boa. Já passei a fase de irritação há muito tempo mas, de vez em quando, as hormonas manifestam-se e dão-me uns ataques de melancolia e começo a filosofar sobre a vida antes de dormir. Nestas alturas o Milton faz um esforço e faz de psicólogo durante uns minutos o que me faz sentir logo melhor.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.