Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 18.02.18

Dicas para destralhar a casa de uma vez por todas

destralhar papeis 7.png

 

Na sequência deste post que fiz sobre a forma como arrumei e organizei a minha casa, hoje vou falar mais especificamente sobre o acto de destralhar.

Para mim esta é a fase mais fácil da arrumação. Primeiro porque já tenho o hábito de destralhar e a minha casa tem muito poucas coisas. Ainda assim, só no primeiro dia, tirei de casa 4 sacos de lixo de 30 litros de papéis.

Se para mim já era facílimo livrar-me de coisas e destralhar sem remorsos e culpas, depois de ler o livro "A magia da Arrumação" ainda se tornou mais fácil.

E, mais uma das vantagens de destralhar, é o facto de se tornar difícil voltarmos a comprar coisas sem pensar muito bem se queremos ocupar espaço com mais um objeto. Este pensamento torna as nossas compras muito mais racionais e pensadas o que também nos faz um bem incrível à carteira. Só vantagens, portanto.

E o que é que eu destralhei cá por casa? Muitas coisas mesmo. Deixo-vos uma lista de coisas que, para mim, fazem sentido destralhar. Até pode ser difícil livrarmo-nos de algumas mas depois é quase certo que não nos fazem falta nenhuma e nos deixam muito mais leves e felizes.

Claro que existem objetos de valor sentimental de que não se devem livrar. Olhem para as coisas e vejam se vos fazem felizes. O que sentem a olhar para os objetos? Se for felicidade mantenham o objeto. Se for culpa, medo ou algum sentimento menos positivo livrem-se dele, já!

Segue a minha lista de coisas a destralhar:

1- Maquilhagem fora de prazo ou que não usem nunca (tal como aquele verniz de unhas de uma cor estranha que não percebem porque é que compraram). Amostras de perfumes e cosméticos que nunca vão usar, frascos vazios, perfumes de que não gostam, batons secos, limas gastas. O mesmo para medicamentos fora do prazo e aqueles que de certeza não vão usar tão depressa (entregar na farmácia e não deitar no lixo).

 

2- Documentos caducados, fotocópias, receitas, cartões de boas festas, cartas antigas, anotações, apontamentos antigos de cursos e da escola, análises e exames muito antigos e papéis vários que não servem para nada. Tudo para o lixo. 
Uma dica: Se guardam fotocópias de documentos importantes, aconselho a fotografarem ou passarem no scan e guardarem em formato digital. É mais prático e não se perde.

3- Brindes e presentes que vos ofereceram mas de que não gostam e só guardam por receio de deitar fora. Esqueçam. Se não vos traz felicidade doem ou deitem fora. Não faz sentido nenhum guardar objetos que não são uteis nem trazem felicidade.


4- Roupas demasiado velhas ou de que já não gostam. E chapéus, cintos, acessórios, etc.

5- Óculos velhos. Lixo com eles. Mandei fora dois.

6- Eletrodomésticos e aparelhos eletrónicos que não funcionam e já passaram de validade. Consola deitar fora.

7- Canetas velhas, lápis que não escrevem bem.

8- Meias sem par, roupa interior demasiado usada.

9- Revistas antigas, catálogos, folhetos, cupões fora de validade.

10- Bibelots partidos ou aqueles de que já não gostam.



 E ainda:

- Documentos no computador que já não fazem sentido

- Aplicações no telemóvel que nunca são usadas

- Páginas pessoais e de empresas nas Redes Sociais de que não gostam e não fazem sentido seguir

 

Por aí têm dificuldade em livrar-se de coisas ou fazem-nos com gratidão e alegria?
Se tiverem mais dicas de coisas a destralhar, comentem aqui por favor. :)

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.