Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 15.12.15

Duas horas em Sintra

Num destes dias fui a Sintra.Aproveitei uma viagem relâmpago a Lisboa para combinar um almoço com uma prima que não via há meses e que dá aulas em Sintra.Como cheguei mais cedo, tive tempo para dar um passeio pela zona histórica da vila.

 

O tempo estava ótimo, com um céu azul brilhante e um clima muito agradável.É impressionante como existe algo fantástico para ver a cada metro quadrado.

 

Eu já conhecia Sintra. Na verdade, nos anos que vivi em Lisboa, Sintra era um dos meus sítios preferidos para ir ao fim de semana. Mas, neste dia foi diferente. Estive mais atenta aos pormenores e às pequenas coisas que habitualmente nos passam despercebidas.

 

Demorei-me mais a contemplar as várias esculturas espalhadas ao longo de extensos metros de passeio. Segui o som de uma flauta bisel até encontrar o senhor velhinho de bigode que a tocava e a jovem turista que apreciava atentamente a música, sentada no muro, debaixo das magníficas árvores características desta zona do país.

 

Demorei-me a apreciar as particularidades de casa canto, de cada loja de artesanato e de cada monumento, plantado à beira da estrada.Almocei com a minha prima, pusemos a conversa em dia e regressei mais feliz para Lisboa.sintra 8

Até a estação de comboios é bonita.

 

sintra 1

Artesanato à venda na rua.

sintra 6 Vista para o Palácio da Vila.

sintra 3sintra 5sintra 7 sintra 4

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.