Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 09.01.16

Fiz uma coisa que não fazia há séculos

sesta 77

 

Dormi a sesta.

 

Sou daquelas pessoas que, quando dormem a sesta nunca conseguem dormir menos de 2 horas (porque isto quando é para dormir é mesmo para dormir, não há cá essa coisa de descansar a vista) e, quando acordam, ficam com o humor de uma mula com dor de dentes. É, essa sou eu.

 

Por isso, e porque dormir de dia me dá a sensação de tempo desperdiçado, evito dormir a sesta. Nem sequer me apetece. Arranjo sempre alguma coisa para fazer. Por aqui, tempo a mais é que coisa que não conhecemos.

 

Mas, um destes dias, não resisti e juntei-me à minha filha e ao homem da casa (que está sempre pronto para uma soneca) durante uma bela sesta de 2 horas.

 

Que bem que soube. Devia estar mesmo a precisar de descansar porque nem sequer acordei mal disposta. Adormeci profundamente (com sonhos e tudo) e acordei com as energias renovadas.

 

Fiquei mesmo com a sensação de ter tomado uma sábia decisão quando me enfiei na cama quentinha numa tarde de Inverno.

 

Não tenho repetido a proeza mas... sempre que sentir necessidade de dormir não hesitarei.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.