Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 15.02.18

Fizemos um pão delicioso

Uma das coisas que há algum tempo queria experimentar fazer com a Lara era pão. A ideia seria fazer pãezinhos com formatos engraçados.

Tenho excelentes memórias de, na minha infância, a senhora que tomava conta de mim e da sua neta da minha idade, fazer pão caseiro e nos deixar moldar uns pãezinhos que comeríamos depois. Eu adorava esses momentos e guardo os melhores sentimentos em relação a eles.

De modo que encontrei uma receita num canal de Youtube que sigo, adaptei-a um pouco ao meu gosto, e pus mãos à obra com a Lara e o Milton, durante uma sesta da Maria.

Foi muito divertido e até o Milton estava todo entusiasmado a moldar pão com o símbolo de Aphex Twin. :D

E o melhor de tudo é que o pão ficou uma delícia! Ficou tão bom que não conseguíamos parar de comer. Principalmente eu e as miúdas. Chegou um momento em que tive que esconder o pão da Maria que não parava de fazer birras para comer mais (isto depois de já ter comido imenso). Para a próxima vou esconder logo o pão para que não exista tanto entusiasmo à volta dele.

Depois da receita, deixo-vos algumas notas que podem ajudar a tornar a receita mais interessante. :P

Bom apetite!

 

Pãezinhos caseiros deliciosos (rende cerca de 25 pães)

 

Ingredientes

- 2 chávenas de água morna
- 1/2 colher de sopa rasa de sal
- 1 saquinho de fermento Fermipan em pó
- 2 colheres de sopa de açúcar
- 5 chávenas de farinha
- 50 g de manteiga amolecida
- 1 gema de ovo para pincelar


Juntar o açúcar com a água morna.

Colocar o fermento num recipiente e juntar a água.

Mexer muito bem e deixar repousar 5 minutos até o fermento borbulhar.

Juntar o sal à água, depois a manteiga e ir misturando a farinha aos poucos com uma colher.

Quando a massa começar a ficar mais espessa, retirar e colocar numa superfície coberta de farinha. Ir juntando farinha até a massa ficar moldável e elástica.

Amassar com as mãos.

Colocar a massa num recipiente de vidro untado com azeite e coberto com papel vegetal.
Deixar repousar durante 1h45 para crescer (deve dobrar de tamanho).

Agora é só moldar a massa com formatos à escolha e colocar num tabuleiro coberto com papel vegetal.


Deixar repousar mais 20 minutos no tabuleiro para a massa crescer mais um pouco.

Pincelar com a gema.

Vai ao forno pré aquecido a 180 º durante cerca de 20 minutos ou até ficar com a crosta dura. Eu gosto do pão branquinho por isso retirei do forno assim que ficou com a parte de fora durinha mas ainda clarinha.


Notas

1- O pão fica delicioso fresquinho. É fofinho e tem uma consistência maravilhosa. No entanto, no dia seguinte já não é tão bom. O que faço é congelar o pão logo que possível e ir descongelando nos dias seguintes.

2- Também é possível fazer o pão sem manteiga e com uma parte de farinha integral (é capaz de não ficar tão fofinho mas é questão de experimentarem).

3- A minha ideia inicial era fazer formatos diferentes com formas de bolachas. Não resultou porque a massa fica bastante elástica e não de molda às formas. Mas a elasticidade da massa tem outras vantagens: Dá para fazer tranças muito bem, caracóis, croissants, etc. É colocar a imaginação a trabalhar e ir experimentando. :)

Ficam as fotos da nossa aventura gastronómica. :)

Se fizerem o pão digam-me como correu nos comentários.

Espero que se divirtam tanto como nós. 

Receita daqui.


IMG_1640.jpg

pao caseiro 7.jpg

IMG_1657 (1).jpg

IMG_1649.jpg

IMG_1662.jpg

IMG_1655 (1).jpg

IMG_1659 (1).jpg

  

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.