Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 25.01.16

Jogo "Eu Nunca"

Eu nunca…


Eu sou mais apologista do “Eu já” e, de facto, é muito difícil encontrar coisas que nunca tenha feito sem ser algo que gostasse de fazer. Posso sempre dizer: “Eu nunca fui ao Japão.” ou “Eu nunca fiz mergulho.” mas creio que isso não tem grande piada.

Por outro lado não posso, com honestidade, afirmar que nunca faria isto ou aquilo no futuro. Eu sei lá. Dependendo das circunstâncias creio que todos nós somos capazes de fazer muitas coisas.

Bem, vou tentar dizer aqui uma dúzia de coisas medianamente interessantes (isto é tão relativo… enfim) a começar por “Eu nunca”.
Eu nunca deixo que o medo me impeça de agir.

Eu nunca votei num partido de direita.

Eu nunca sonhei em casar.

Eu nunca gostei de tabaco.

Eu nunca gostei de dormir a sesta.

Eu nunca consegui ler um livro da Margarida Rebelo Pinto.

Eu nunca paguei a terceiros para bater em alguém.

Eu nunca tive uma banda.

Eu nunca viajei de vassoura.

Eu nunca pintei os dentes de verde.

Eu nunca me mascarei de bailarina.

Eu nunca tatuei um morango, meio comido por formigas, no pé. Mas acho giro. Imagem daqui.

 

Morango-e-formigas 7.jpg

 

Eu nunca consegui mover objetos com a força do pensamento. Já tentei, confesso.

Eu nunca nadei com lulas.

Eu nunca pintei as unhas enquanto conduzia.

Eu nunca cantei uma serenata.

Eu nunca vi um filme da disney durante a minha infância.

Eu nunca dei uma palmada na minha filha.

Eu nunca vomitei numa bicicleta.

Eu nunca escrevi uma carta anónima.

Eu nunca mandei um penico cheio pela janela.

Eu nunca usei uma metralhadora.

Eu nunca pintei o cabelo de azul elétrico.

Eu nunca namorei com ninguém mais baixo que eu.

Eu nunca tive tanta dificuldade em encontrar coisas para dizer como neste tópico.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.