Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qua | 28.03.18

"La Casa de Papel": o que tenho a dizer sobre a série de que todos falam

La casa de papel.jpg

 

Tive curiosidade em relação a esta série depois de ler em alguns blogues que era muito interessante (e  até viciante) e por ser espanhola (gosto bastante de cinema espanhol).

E, de facto, graças a uma gripe que me deixou de rastos e sem conseguir dormir durante uns dias, vi a série de seguida em 3 dias. Mas... não posso dizer que tenha considerado a série uma obra fantástica. Longe disso.

A história é pouco original mas, ainda assim, poderia ter potencial: um assalto legendário e muito bem planeado, executado por um grupo de desconhecidos e orquestrado por um peculiar homem de mente brilhante que detém, também, um bom coração e uma grande sensibilidade.

Até aqui tudo bem: uma série com alguma ação, talvez suspense, drama... enfim, era ver já que se falava tanto nisso.

E, como disse, vi a série toda de enfiada, o que quer dizer que não era nada intragável e até se viu bem. Todavia, se não estivesse com todo o tempo disponível que tinha (e sem grande genica física e mental devido à gripe) duvido que tivesse visto tudo até ao fim.

E porquê:

- A história é engraçada mas é mais do mesmo: já tínhamos visto aquilo tudo em algum lugar.

- As interpretações são competentes mas não extraordinárias. As personagens são extremamente simples e nenhuma dela me prendeu. Não têm substância suficiente para estabelecerem uma ligação com o espetador.

- Os diálogos são bastante pobres, na minha opinião. Provavelmente a sua simplicidade será intencional mas, mesmo assim, creio que algumas partes mereciam mais entusiasmo.

- A parte romanceada da série pareceu-me um conjunto de excertos de programas como o "Big Brother" o que tem razão de ser uma vez que o cenário de vários desconhecidos juntos num local fechado é o mesmo.

- O guião tem cenas que não fazem qualquer sentido, assim como soluções simplistas que não convencem e acabam por fazer perder um pouco a credibilidade da série. Isto chateia-me um bocado. Parecem soluções "à la minute" de quem não esteve para se chatear em fazer melhor.

Esta é apenas a minha opinião pessoal e o facto é que também não me identifiquei nada com o ambiente e envolvência da série. Parece-me uma espécie de "fast-food" de qualidade mediana que desenrasca quando não temos tempo para procurar nada melhor.


1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.