Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 03.02.18

O lobo mau cleptomaníaco

lobo mau 7.jpg

 

Já tinha falado aqui da noção que a minha filha Lara tem do Lobo Mau.

A história mantém-se. E desenvolve-se. Todos os dias.

Antes de vos falar mais sobre isso tenho que mencionar um facto: há uns dias comprámos uns chinelos de quarto para a Lara. Ela costuma dormir descalça e quando se levanta não calça logo meias anti derrapantes ou pantufas. Comprámos os chinelos com a esperança de serem mais fáceis de calçar e, assim, evitar que a Lara ande pela casa descalça. Mas ela não gostou muito dos chinelos e, até agora, ainda não os calçou.

Ontem o Milton foi deitar a Lara. Como acontece regularmente, ela levanta-se muitas vezes com todo o tipo de histórias e argumentos: ou quer água, ou quer fazer chichi, ou quer um peluche diferente para dormir, ou ouviu um barulho, ou quer contar-nos como foi o seu dia, etc, etc, etc.

Numa das vezes em que chamou o pai para ir ter com ela ao quarto, disse-lhe que estava muito preocupada com o Lobo Mau e com a possibilidade de ele ir roubar coisas lá a casa.

O pai assegurou-lhe que ele não entrava na nossa casa ao que ela respondeu que isso não era verdade, que ele tinha entrado lá em casa e tinha roubado os chinelos dela (onde andarão os chinelos?????!!!). Disse ainda que não podíamos deixar nada no chão do quarto (tinha colocado um autocarro e uma mala dela no chão nessa tarde) para o lobo não roubar. 

O pai lá falou com ela e ela ficou no quarto. Por uns minutos.

10 minutos depois, lá veio ela para a sala com um monte de roupa na mão (roupa da Maria que tinha ficado esquecida fora do roupeiro). Depositou a roupa ao pé de nós, para o lobo não roubar, e foi-se deitar.

Não sei onde foi ela buscar esta ideia do Lobo Mau cleptomaníaco.

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.