Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 01.01.16

O primeiro dia de 2016 ou a pertinência de colocar as crianças a ver desenhos animados

2016

 

 

Começámos a manhã a fazer coisas de que gostamos: A Lara a ver a porquinha Pepa na sala (na cadeirinha de comer) e os papás a dormir até às 10h30.

 

Ver desenhos animados é das coisas que entretêm a Lara durante mais tempo. Não a colocamos indiscriminadamente a ver desenhos animados só porque nos apetece ter um tempinho para nós ou porque ela faz birra. Há dias em que não vê nem 10 minutos (raros é verdade) e há outros em que vê mais de 1 hora.

 

Normalmente vê desenhos animados de manhã, quando acorda demasiado cedo, quando precisamos de tomar banho, para comer vegetais (sim, esta é a parte menos consensual da coisa), quando eu e o pai precisamos de fazer qualquer coisa juntos (não estamos a falar de atividades conjugais) e quando ela está doentinha.

 

Os únicos desenhos animados de que gosto mesmo são os do Pocoyo. São esteticamente muito bonitos, e simples e amorosos o suficiente para serem apreciados por crianças com menos de um ano.

 

Claro que, com o passar do tempo, sentimos necessidade de alargar a oferta e agora também se vê cá por casa o filme da Minnie, a porquinha Pepa e o Ruca. Tentámos outros mas a Lara não apreciou tanto. Felizmente, como não temos televisão por cabo, somos sempre nós a escolher o que ela vê.

 

A Lara consegue ficar mesmo muito tempo a ver desenhos animados (claro que nunca testámos um limite máximo) mas não faz birra quando desligamos a televisão ou o iPad.

 

Vamos fazer um esforço por acabar com os desenhos animados à refeição porque temos a noção que isso é um mau hábito mas, é muito difícil sair dessa rotina quando sabemos que não comerá nem metade sem isso. Para não falar das birras com sopa pela parede da cozinha e a escorrer da nossa cara (pronto, sou capaz de estar a exagerar um bocadinho nesta parte da sopa na nossa cara).

 

A mudança de hábitos alimentares será algo a trabalhar este ano, sem dúvida, mas não foi hoje que começámos.

 

Bem... mas a manhã não foi só isso.Foi a Lara a ajudar a mamã a estender a roupa, dando-me uma peça de roupa e duas molas de cada vez, até estar tudo estendido. Sei que ela já tem 21 meses, mas fiquei tão orgulhosa de a ver a ajudar mesmo, e a não deixar a tarefa a meio. Foi a primeira vez que o fez.

 

Depois foi tratar de limpar o nariz do coelhinho de peluche com papel higiénico que, depois de usado e amarfanhado numa bolinha, fez questão de colocar no caixote do lixo. :)

 

Colaborou imenso com o papá que esteve a fazer a limpeza anual da papelada, não atrapalhando muito, e entretendo-se com tudo o que encontrava com botões para pressionar.

 

À tarde temos encontro marcado com amigos que também têm miúdos da idade da Lara e vamos praticar o convívio, algo que queremos fazer ainda mais este ano.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.