Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 28.06.16

O que não vestir na gravidez ou Carla, a tenda humana

O que não vestir na gravidez

 

 

O que não vestir na gravidez, a não ser no carnaval, se quiserem disfarçar-se de tenda familiar.

Se na gravidez da Lara tinha comprado muito pouca roupa de grávida, desta vez não cheguei a comprar mesmo nada, embora tenha engordado bem mais e, a partir do 7º mês, tenha sentido verdadeira dificuldade em entrar nas roupas da gravidez anterior.

 

De qualquer forma nunca pensei bem no que vestir e o que não vestir na gravidez. Ia sempre improvisando conforme a ocasião.

 

Fui sempre usando as mesmas duas calças de grávida, várias leggins e vestidos de algodão flexíveis (estes, deixaram de me servir aos 7 meses de gravidez quando na gravidez da Lara duraram até ao parto).

 

De qualquer maneira lá me vou safando mais ou menos bem e, apesar de ter aumentado uns 14 quilos, não me sinto muito gorda. Excepto quando visto um vestido de pregas da Berska para ir à praia. É que, com aquele vestido, parece que estou grávida de quíntuplos.

 

E, até ver a foto acima, não tinha noção nenhuma da minha figura.

 

roupa de grávida

 

Na gravidez, é melhor vestir qualquer coisa mais justinha (mas sempre confortável).

 

Portanto, para quem estiver grávida ou a pensar engravidar fica a dica: não vistam vestidos largueirões ou de pregas. Para mim, o melhor são os vestidos e camisolas justinhas de algodão (sem apertarem demasiado) que se moldam à barriga e nos dão um ar de grávidas elegantes. Como visto quase sempre roupa escura, o efeito ainda fica mais interessante (julgo eu). Mas também ficam bem roupas mais clarinhas.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.