Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 31.08.20

O que temos feito por São Miguel

Nas férias de agosto

Como não saímos de São Miguel este ano por causa da pandemia, optámos por conhecer melhor a nossa ilha.

Fizemos vários passeios a 5, fomos a várias praias e lagoas, fomos almoçar fora, demos alguns passeios, poucos, à noite pelo centro da cidade e conhecemos recantos onde eu nunca tinha estado, apesar de viver em São Miguel há mais de 10 anos.

Também ficámos muito por casa. Ou porque o Milton estava a trabalhar e eu estava sozinha com os miúdos, ou porque queríamos evitar grandes aglomerados de pessoas numa altura que é difícil manter a distância de segurança em zonas balneares.

Temos feito o que podemos. Às vezes achamos que devíamos sair mais, noutras achamos que não compensou assim tanto sair. De facto, as praias mais interessantes para crianças são praias pequenas e que enchem rapidamente. A verdade é que não me sinto totalmente confortável nessas praias porque não é possível estar à distância recomendada das outras pessoas.

Em sítios como o Parque Terra Nostra achei tudo muito bem organizado e controlado. Nas piscinas mais pequenas as entradas e saídas eram controladas e como somos 5 ficámos na piscina pequena sozinhos, embora apenas 15 minutos.

Sempre que possível juntámo-nos com os amigos com quem temos estado desde o inicio da pandemia. Quando nos juntamos com outras crianças acabam todos por se comportar melhor e distraem-se mais. Os adultos acabam por descansar mais, também, e conversar o bocadinho, o que é sempre bom para manter a sanidade mental.

Nos restaurantes também nos sentimos sempre muito à vontade, com poucas pessoas e a devida distância de segurança entre as mesas.

Ainda assim é desafiante andar a passear com 3 crianças pequenas. Até acho que correu muito bem mas é bastante cansativo, física e emocionalmente. 

Então, eis os locais que visitámos, em família, em agosto:

- Nas Furnas: Vila das Furnas, Lagoa das Furnas e Parque Terra Nostra.

- Lagoa de São Brás, onde fizemos uma pequena caminhada e um passeio dentro da floresta.

- Achadinha, onde fomos molhar os pés na cascata e onde lanchámos num sítio muito bonito.

- Lagoa das Sete Cidade, onde fizemos um piquenique e andámos os 5 de canoa (o que foi uma aventura engraçada, tendo em consideração que o Eduardo tentou sair da canoa o caminho todo e, consequentemente, eu passei o passeio a gritar com medo que ela virasse).

- Reserva Florestal Cerrado dos Bezerros, onde os miúdos brincaram imenso em baloiços e outras diversões feitas de madeira e em perfeito equilíbrio com a maravilhosa paisagem florestal. Aqui faltaram os animais que era suposto existirem ali. Encontrámos apenas 4 patos num lago pequeno.

- Jardim António Borges onde fomos mais vezes por ser mais perto de casa e onde vimos morcegos numa das grutas.

- Praias: Praia pequena do Pópulo, Praia da Ribeira Grande (a das piscinas), Praia do Porto Formoso e Praia da Maia.

- Parques e jardins de Ponta Delgada em geral.

Foi um pouco cansativo mas quando estamos em família o saldo é sempre positivo.

IMG_3089.jpg

IMG_2875.jpg

IMG_2924 (1).jpg
IMG_3188.jpg

IMG_3039.jpg

IMG_2715.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.