Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 12.04.20

Objetivo: Viver com o mínimo

leaf-3162421_1280.jpg


É um dos meus objetivos. Não para um ano ou um mês, é algo que procuro todos os dias.

Começo por viver com o mínimo de coisas materiais, mas depois quero passar também a levar esta forma de vida a outras áreas: quero viver com o mínimo de stress, o mínimo de preocupações, o mínimo de tensão, o mínimo de informação supérflua, o mínimo de planos e por aí fora.

Para já, esta "quarentena" tem-me ajudado a focar no essencial: passar tempo de qualidade com a minha família, ler apenas aquilo que me dá prazer ou acrescenta conhecimento, pensar em coisas maioritariamente boas, comer o melhor possível (e apenas o essencial para o meu esforço físico), fazer algum exercício físico, ouvir muita música, dançar se me apetecer e aprender coisas novas se tiver algum tempo para isso.

Destralhar tem sido uma autêntica obsessão. Tenho que me controlar para não dispensar 2/3 de tudo o que tenho em casa. E, quanto menos coisas acumulo, mais leve me sinto. Na hora de fazer as limpezas sinto-me mesmo bem comigo própria por ter esta obsessão. :D

O minimalismo dá-me uma sensação de limpeza, de luminosidade, de clareza mental e de possibilidades infinitas.

Ainda tenho muito que fazer. Ainda não consigo dominar a minha tendência para acumular papelada e caixas de todas as formas e tamanhos. Acho sempre que preciso de montes de caixas para guardar coisas. Pancadas...

A meu favor, não acumulo roupa, sapatos e malas. :)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.