Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 08.02.16

Obsessões de madrugada

really

 

Eu, ele e a nossa filha acordados de madrugada.

 

A Lara chorava sem parar por motivo desconhecido (sem febre, dores aparentes, fome ou fralda suja). Desde a 1h00 da manhã que estávamos de pé. Já passava das 5h00 da manhã.

 

Cansados. Extenuados. Verdes. Azucrinados.

 

Ele com a Lara ao colo a ver se ela adormecia embalada. Eu, a sentir-me um espantalho dormente, a "fazer companhia", já que também não conseguia dormir com a Lara a chorar.

 

Ele olha para mim com ar sofrido, de quem está prestes a pedir qualquer coisa muito urgente e inevitável.

 

Penso logo: "Coitado. O que quererá? Que segure eu na miúda? Um copo de água? Algo para mordiscar? Um copo de vinho para aliviar a cabeça? Uma mantinha para se cobrir?"

 

Diz ele a olhar para um canto do chão: "Podes apanhar-me aquele centímetro quadrado de cotão e pôr no lixo?"

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.