Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 28.02.22

Os livros que fizeram a minha filha de 7 anos começar a ler desenfreadamente

IMG_8506.jpg

Quando a Lara nasceu, tinha muitas expetativas. Não sabia nada. Ainda sei pouco.
Primeiro esperei que se mexesse, que sorrisse, que pegasse em alguma coisa com as mãos.
Estava ansiosa para que brincasse e muito ansiosa para que falasse e começasse a conversar comigo (hoje em dia não é muito conversadora, gosta mais de criar coisas).

Esperei que adorasse a irmã, depois o irmão e brincasse muito com eles, tanto quanto eu desejei fazer com um irmão  ou irmã que nunca tive. 

Sou muito sortuda, porque as minhas expetativas e esperanças com todos os meus filhos têm-se realizado sempre, mais cedo ou mais tarde, com uma ou outra variação menos esperada.

E, depois, esperei muito que a Lara aprendesse a ler. Esperei que ela gostasse de ler e se viciasse em livros. Era uma espécie de esperança injusta, daquelas em que queremos ver os filhos a seguir os nossos gostos pessoais.

Há umas semanas, sem grande convicção, trouxe "O Diário de um Banana" para casa. Comecei a ler com a Lara, tentando convence-la a ganhar interesse pelo livro. Ela nunca tinha lido nada sozinha e eu achei que estava na altura de começar. Afinal, já tem 7 anos e está no segundo ano da escola.

Um dia depois, comecei a vê-la a ler o livro sozinha, no sofá da sala. Não quis criar grandes expetativas e não liguei muito. 

Depois comecei a vê-la a pegar no livro muitas vezes, sempre que podia. Começou a levá-lo para a cozinha e para a casa de banho (fazendo-me lembrar alguém).

Começou a ler antes de dormir e, na loucura, a acordar mais cedo para ler.

Em cinco dias acabou o primeiro livro e já está a ler o segundo da coleção.

A minha alma está parva... e radiante! 

Por isso, apesar do nome menos elegante, sugiro esta coleção de livros para as crianças começarem a ler.

O livro tem tudo para agradar aos miúdos (e aos pais também). O personagem vive situações comuns a todas as crianças e o facto de ser o irmão do meio, proporciona ainda mais situações com que muitos miúdos, com irmãos mais novos ou mais velhos, se podem identificar facilmente.

É um livro com um design apelativo, que lembra o traço de banda desenhada, e recheado de humor. Confesso que dou por mim a ler por cima do ombro da Lara e a rir-me imenso com as reflexões presentes no livro.

Nota: Se clicarem na imagem abaixo ou no link presente no nome do livro, entrarão na Wook onde encontram o livro à venda. As vendas obtidas através de links deste blogue revertem numa pequena comissão que posso usar na compra de livros na Wook. É uma forma de ajudar este blogue, que muito agradeço. 

IMG_8289.jpg




Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.