Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sab | 19.03.16

Room e Anomalisa

Para hoje tenho duas sugestões de filmes: Room, um thriller de 2016 e Anomalisa, um drama-romântico de animação.

 

Gostei dos dois embora sejam bastante diferentes.

 

Room

 

room

Room é a história de uma mãe e um filho que têm uma relação normal excepto pelo facto de viverem num pequeno quarto de onde nunca saem. O menino, de 5 anos, nasceu ali e nunca conheceu outra realidade.

 

À medida que o filme se vai desenrolando e vamos percebendo a realidade daquela mãe, o drama aumenta de forma crescente.

 

É um bom filme, pelo qual Brie Larson ganhou, merecidamente, o óscar de melhor atriz. Uma história comovente e muito realista sobre um tema forte e complexo.

 

Amonalisa

 

anomalisa

 

O segundo filme, é uma animação do realizador de Charlie Kaufman (Being Jonh Malkovich e Eternal Sunshine of the Spotless Mind).Inicialmente ficamos a tentar perceber do que se trata. Tudo parece normal e sem  drama. Até que começamos a notar pormenores bizarros que nos dão pistas sobre as perturbações emocionais de Michael Stone, uma celebridade na área do telemarketing que vai até à cidade de Cincinnati dar uma palestra sobre um bom atendimento ao cliente.

 

Acaba por se envolver com uma tímida fã com quem se cruza no hotel.

 

As figuras do filme, com víncos na cara a fazer lembrar marionetas e inexpressivas, contrastam com os diálogos e situações demasiadamente humanas que nos são apresentados no filme. Chega a ser chocante a forma como aqueles bonecos refletem emoções, tensões e conflitos interiores tão humanas e realistas.

 

Gostei do filme sem dúvida mas é um filme estranho.  

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.