Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 22.08.17

As nossas férias em Santa Maria - Santa Maria 2017 #1

IMG_3861.jpg

 

 

Olá pessoas bonitas.

Para o caso de ninguém ter reparado, informo que estive de férias. E que férias peculiares foram! Foram umas férias cheias de "primeiras vezes".

Foi a primeira vez que fiz férias a 8, a primeira vez que andei de barco inter ilhas, a primeira vez que comi peixe acabado de pescar por alguém da casa, a primeira vez que comi lapas cozinhadas em casa, a primeira vez que toquei em estrelas do mar, a primeira vez que privei com caranguejos eremitas, a primeira vez que tomei o pequeno almoço em cima de um "calhau" no quintal de casa e a primeira vez, desde que a Internet existe, que fiquei sem Internet e telefone durante 10 dias.

 

Fomos para Santa Maria, a ilha vizinha da "nossa", com um casal amigo e os seus dois filhos pequenos.


Foi uma experiência muito desafiante e, ao mesmo tempo, muito boa.

 

Foi desafiante porque não é fácil estar 24 horas por dias com 4 crianças pequenas. O mais pequenino tem 3 meses e é um doce. Super calminho e muito sorridente só contribuia com alegria e graciosidade para o nosso humor de veraneantes. Os outros três foram uma mistura explosiva de graça e testes constantes, sempre com um saldo muito positivo.

 

Tenho tanto para contar sobre estas férias que terei que dividir as histórias por capítulos mas deixo-vos já algumas pistas sobre aquilo de que se vai falar por aqui:

- Uma praia digna das Caraíbas

- Fazer férias com várias crianças pequenas

- Explorar o "fundo do mar" com crianças pequenas

- A Lara já sabe nadar

- Estive 10 dias incontactável

- Maia, um paraíso quase secreto

- 10 coisas para fazer nas férias com as crianças

 

A ordem de publicações não será necessariamente esta mas falarei sobre todos estes assuntos em textos individuais.


Posso dizer-vos que já estou cheia de saudades da ilha de Santa Maria que, nestes dias, e pelos momentos maravilhosos que lá passei, já se tornou extremamente familiar. 


A foto acima é do sítio onde passámos quase todas as manhãs e tardes, uma piscina de água do mar a poucos metros de casa.  

Na Maia tudo é um apelo ao descanso e à contemplação: parece que o tempo anda mais devagar, o mar é maior e mais azul, o sol é mais caloroso, as pessoas mais amistosas e conversadoras, a comida mais saborosa e cada recanto assemelha-se a um pedaço de paraíso que queremos agarrar e conservar assim para sempre.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.