Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 14.02.17

Sully




Milagre no Rio Hudson, em português, é o filme que conta a história do piloto que aterrou um avião com 155 pessoas no rio Hudson. Todas as pessoas sobreviveram.

 

 É mais um filme sobre um herói americano. Ok, é verdade. Mas, queiramos ou não, gostamos deste.

 

Queiramos ou não, e nisto tenho que dar muito o braço a torcer, vemos retratado neste filme o melhor da  América.

 

Em menos de 30 minutos, um conjunto de esforços humanos fez com que fosse possível salvar todas as 155 vidas que estavam no avião que aterrou no rio Hudson. Isto não é pouca coisa. Ninguém poderá, nunca, transformar isto em pouca coisa.

 

Apesar de ter ouvido falar muito bem do filme, achei que fosse mais um filme sobre um acidente aéreo, mais ou menos parecido com todos os outros que existem por aí.

 

Mas não. É muito mais do que isso. É um filme sobre algo extraordinário começado por um homem muito competente e talentoso, que contou com uma mistura de sorte com boa vontade de muitas pessoas. É um filme sobre coisas boas, muito boas.

 

O filme surpreendeu-me  muito pela forma pouco típica como a história foi contada. A história e o conflito, começam quando tudo deveria ter terminado. E, é a partir das dúvidas e do conflito entre um homem brilhante e a companhia aérea, que um ato heróico é contado.

 

Recomendo muito este filme. Está muito bem escrito e realizado e, a interpretação de Tom Hanks está magnífica, totalmente irrepreensível.

 

Sully foi dirigido por Clint Eastwood.

 

Dei-lhe 7 estrelas no IMDB.

Podem ver o trailer aqui.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.