Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Qui | 30.12.21

Voltei a ler desenfreadamente

Purpurina
Este foi o primeiro livro que li, de forma desenfreada, em 7 anos. E foi ótimo! Que sensação boa minha gente. Aproveitar cada momento, cada pausa, cada ida ao WC para ler sem parar. Já tinha lido a autobiografia  do Woody Allen, mas demorei bastante tempo a terminar. Entretanto já acabei mais um livro, o "Escrever" do Stephen King e estou a ler a uma velocidade inacreditável "O Filho de Mil Homens" de Valter Hugo Mãe. Ler é uma das atividades que mais me faz feliz e, vejo (...)
Seg | 19.07.21

10 atividades gratuitas que me deixam mesmo feliz

Purpurina
    1- Visitar uma biblioteca e passar horas a escolher livros; 2- Passar a tarde numa esplanada a ler um livro; 3- Acordar muito cedo e fazer uma hora de Yoga e meditação antes de começar o dia; 4- Conversar sobre assuntos mais filosóficos  com conhecidos ou desconhecidos; 5- Organizar gavetas e destralhar; 6-  Descobrir musicas novas; 7- Ver vídeos e palestras de pessoas inspiradoras; 8- Estar num sitio onde nunca estive antes; 9- Abraçar as minhas pessoas preferidas; 1 (...)
Qua | 10.03.21

Um dia típico #1

A maratona matinal

Purpurina
É de manhã, os miúdos estão na escola e está um lindo dia de sol. Abro as janelas dos quartos para arejar a casa. Ahhhh que ideia genial! Na minha mente forma-se a bonita imagem de um estendal cheio de roupa a secar. Neste sentido, agarro no cesto de roupa que deixei a lavar de noite (para poupar eletricidade) e sinto um calor imenso.  Volto a casa para deixar o casaco e, mal ponho os pés fora do apartamento, sinto a porta a fechar-se atrás de mim com estrondo. Do outro lado (...)
Qui | 05.11.20

Ser prática, minimalista e feliz...

... a decorar a casa com coisas bonitas

Purpurina
Ontem, numa reunião de trabalho onde estavam várias mães de filhos pequenos, uma colega comentou que, se fosse dona de uma empresa, contrataria preferencialmente mães. A sua afirmação, para uma mãe de 3 filhos pequenos como eu, faz todo o sentido. Depois de ter sido mãe de um, dois e três filhos, a minha capacidade de simplificar, organizar, planear, gerir e executar chegou a níveis que nunca imaginei. E esta capacidade de organização não é opcional, é algo que se (...)
Qui | 14.05.20

Lara #34

Purpurina
Com alguma frequência, a Lara faz “presentinhos” para oferecer aos pais. Geralmente é um desenho mas outras coisas também. Esta semana fez uns cestinhos com rolos de papel higiénico para mim e para o pai. Lá dentro colocou um balão azul, uma cápsula de café (café que ela faz questão de fazer para nós), um caderninho feito e decorado por ela e uma esferográfica. Nem eu nem o Milton somos de fazer surpresas. Isto é uma característica da Lara. Que sorte nós temos de ter (...)
Seg | 27.04.20

A festa de 6 anos da Lara, mesmo antes de começar a quarentena

Purpurina
A Lara fez 6 anos no último dia de escola, quando já se sabia que as escolas iriam fechar a partir da segunda-feira seguinte.  Ela tinha pedido para fazer uma festa na escola, com pula-pula, tal como fez no ano passado e os seus amiguinhos costumam fazer. Já tínhamos tudo marcado mas ponderámos cancelar. Pensámos mesmo muito no que havíamos de fazer mas, uma vez que a Lara iria à escola de qualquer maneira e a festa era só connosco e com os colegas com que ela iria estar (...)
Seg | 30.03.20

Coisas de irmãs #8

Purpurina
De manhã as miúdas veem sempre televisão. Felizmente alinharam os gostos por desenhos animados e, neste momento,  são as duas grandes fãs da "Ladybug". Então, pelas 9 horas da manhã, podemos encontrá-las a tagarelar tranquilamente sobre as peripécias da Ladybug. Normalmente, a Maria faz perguntas e a Lara vai-lhe explicando o que está a acontecer. A forma como a Maria olha para a Lara, vendo nela uma verdadeira autoridade sobre o assunto, é uma delícia. São estas (...)
Seg | 02.03.20

10 coisas que são mesmo Hygge para mim

Purpurina
Desde que me lembro de pensar que me interesso pela felicidade (não nos interessamos todos?) e que faço um esforço consciente por estar feliz. Claro que a ideia que tenho hoje de felicidade é bem diferente da ideia que tinha há 10 anos, e há 20. E, arrisco a dizer, que hoje tenho uma ideia de felicidade mais realista e mais serena. Se antes felicidade - para mim - era sinónimo de grandes festas e muitas novidades, agora é muito mais simples e aconchegante do que isso. Geralmente (...)
Seg | 18.11.19

Um dos meus maiores sonhos realizou-se!

Purpurina
Não é o euromilhões! Acho que nunca sonhei em ganhar o euromilhões. Sonho com viagens, com algumas coisas materiais, com mais algum dinheiro, mas nada muito extravagante. O meu sonho também não se realizou na sua essência mas vai-se realizando, de uma forma maravilhosa, através dos meus filhos. Desde criança que sonho ter irmãos. Gostava de ter partilhado os meus dias e os meus brinquedos com um irmão ou uma irmã; alguém com quem pudesse brincar, conversar, fazer tolices e (...)
Qua | 06.11.19

O que eu diria à Carla de há 15 anos atrás

Purpurina
Uma amiga colocou esta foto no Facebook. Foi tirada há 15 anos atrás. Tinha 22 anos e andava na universidade. Nesta foto estão alguns dos meus colegas os quais, graças ao Facebook, não me parecem ter a distância dos quilómetros que nos separam. Não consigo deixar de reparar que, hoje mesmo, vesti uma top igual ao que tenho vestido na foto. Na altura vestia-me quase sempre de preto. Deixei esta cor desde que tive a minha primeira filha. Acho que quis estar mais colorida e leve (...)