Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 19.01.20

Lara #31

Perguntas e Respostas

Purpurina
  1- Qual o nome da mãe ? Mãe Marques Moura (claramente a gozar). 2- A mãe é gorda ou magra? Gorducha ihihihih. 3- Alta ou baixa? Alta. 4- O que a mãe gosta de comer? Cenoura. 5- O que a mãe gosta mais de vestir? Não sei. 6- Quantos anos a mãe tem? Não sei. 7- Quantos kg a mãe pesa? Não sei. 8- Que presente gostarias de dar à mãe? Não sei. 9- Quem ama mais a mãe? Eu. 10- O que a mãe é? É uma pessoa. 11- O que a mãe sempre te diz?  Não sei. 12- Para onde (...)
Qui | 09.01.20

Conversas entre colegas #1

Bichas vs desmazeladas

Purpurina
Estamos no escritório, a trabalhar com normalidade quando um colega pergunta às senhoras da sala se porventura terão uma pinça. O colega, cuja identidade não revelarei por questões de privacidade, precisava de uma pinça para manusear peças pequenas de material de filmagem. Eu tinha uma pinça e emprestei-lhe. Pouco depois, o colega volta e pergunta se teremos uma lima. Dissemos que não e a minha espirituosa colega da frente disse o seguinte (referindo-se aos colegas que (...)
Seg | 23.12.19

Lara #29

A "mãos-largas"

Purpurina
Este fim de semana fomos ao circo e a Lara queria muito que lhe comprássemos umas espadas luminosas que vendiam no circo. Não comprámos. Explicámos que, na altura, não tínhamos dinheiro suficiente para lhes comprarmos as espadas (o que era verdade) mas que, de qualquer forma, não iríamos comprar as espadas. Expliquei- lhe as razões desta nossa opção. Falei-lhe do conceito de minimalista e da nossa opção de investir mais em experiências do que em coisas materiais. Disse-lhe (...)
Qua | 04.12.19

3 coisas de que preciso para manter a minha sanidade mental

Purpurina
  Dormir. Deitar-me mais cedo e acordar mais cedo. Obrigar-me, mesmo, a deitar-me mais cedo. Mas, com a quantidade de coisas “extra domésticas” que quero fazer todos os dias só me deitaria cedo se bebesse uma garrafa de vinho tinto às 17h00.   Organizar-me e parar de pensar demais. Organizo-me bem. Que remédio! Com 3 filhos pequenos e 35 pares de meias, 35 pares de cuecas, de calças, de camisolas, de pijamas e de toalhas para lavar todas as semanas, 35 refeições para fazer ao (...)
Qui | 28.11.19

Maria #32

Purpurina
À noite, antes de irmos deitar os miúdos, estávamos todos na sala a ouvir música e a dançar. Pergunto ao Milton quem era a banda que estava tocar e ele diz-me que é "Liima" e comenta que já vieram ao Tremor (festival internacional de música alternativa em São Miguel). Lembro-me que gostava muito de ir ao Tremor e que, naturalmente, nos últimos anos não tem sido possível, e digo: "Este ano era bom que fossemos ao Tremor. Ias num dia e eu ia noutro." Responde o Milton (a (...)
Ter | 05.11.19

Lara #28

Purpurina
Depois de lhe chamar a atenção, de forma muito paciente e simpática, para o facto de estar, potencialmente, a estragar o chão do quarto ao usar brinquedos de plástico como patins, diz-me a Lara, abraçando-me: "A mãe é muito fofinha e quentinha." "O que será que eu vou fazer no dia da mãe? Hum?! O que será?"
Sex | 30.08.19

Peculiaridades das minhas filhas #1 Massagens

Purpurina
A Lara estava com uma otite e eu fiquei com ela na cama a fazer-lhe massagens até ela adormecer. Na verdade as massagens são mais umas festinhas leves que lhe vou fazendo nos braços, nas pernas, nas costas, na barriga. Eu também gosto muito dessas "festinhas leves" e até faço a mim própria muitas vezes. Voltando à Lara, à medida que vou fazendo as massagens, ela vai estendendo um braço, ou uma perna ou vai-se virando e indicando onde quer as massagens. Quando vejo que está (...)
Seg | 05.08.19

O cúmulo do agendamento

Purpurina
Adoro viver nos Açores por vários motivos e não imagino sítio melhor para criar os meus filhos. Todavia, porque há sempre um todavia, existem coisas que me enervam por aqui. Uma delas é o facto de não conseguir uma consulta médica de uma forma simples e expedita. E não estou a falar do Sistema Nacional de Saúde, estou mesmo a falar de médicos particulares.  No outro dia precisei de marcar uma consulta de dermatologia para a Maria, que voltou a ter crises de eczema e do (...)
Qui | 25.07.19

Uns pais do pior!

Purpurina
Num domingo à tarde fomos todos comer um gelado numa gelataria de que gostamos muito. Eu, a Lara e a Maria comemos um gelado e depois fui buscar uma cerveja para o Milton. Depois do gelado a Lara pediu para comer pão. Era quase hora de jantar e ela já tinha lanchado em casa (para além de ter comido o gelado depois).  Dei-lhe vários motivos para não lhe comprar um pão apesar de saber que ela gosta mesmo é de comer na rua só porque tem piada. Quem nunca?! Disse-lhe que estava (...)
Qui | 21.03.19

As nossas conversas #13

Purpurina
  Depois do jantar, estou eu e o Milton a fazer o almoço do dia seguinte (depois das 22h00 por causa da tarifa de eletricidade tri horária), quando digo assim: "O que achas de fazermos hambúrgueres de cenoura um dia destes? Com cenoura e feijão?" Responde ele, com um ar indignado: "Não sei porque chamas a isso hambúrguer. Quando muito são umas bolas de cenoura achatadas. Ou cenouburguer, vá." Reparem como a foto está relacionada com o tema. 
Seg | 18.03.19

Reações no Youtube a músicas do Conan Osíris

Purpurina
Decididamente gosto do Conan Osíris. Para mim é totalmente impossível não gostar. Adoro as performances, as letras, a personagem, a pessoa que parece ser e, acima de tudo, o facto de ser genuíno e pouco (ou nada) se importar com o que os outros pensam de si.  Felizmente, vivemos num país livre e as pessoas têm direito a expressar as suas opiniões embora nem sempre o façam de uma forma muito educada, principalmente nas Redes Sociais. Ainda assim, tenho tendência a procurar a (...)
Seg | 04.02.19

Uma pequena reflexão sobre a Black Friday que se aplica a tudo na vida

Purpurina
Há aqueles que vão a correr às lojas para comprar tudo o que puderem. Há aqueles que, ao verem vídeos dos primeiros viralizados nas Redes Sociais, se indignam e dizem que a humanidade está perdida. Há aqueles que se indignam com os segundos por serem os juízes de bancada do Facebook. E há aqueles que, não tendo nada de interessante ou pertinente para dizer, ficam em silêncio.
Ter | 22.01.19

Resoluções para todos os dias

Purpurina
Não sei se é da idade (ou se finalmente começo a atingir alguma maturidade emocional), se é por ter pouco tempo e paciência disponíveis para coisas que não interessam, mas tenho notado que cada vez trabalho mais para não me chatear. É um trabalho muito esforçado da minha parte. Mesmo. Mas é muito gratificante. Na minha vida quero é alegria e boa disposição. Todos os dias decido que não me vou aborrecer e que não vou andar zangada com nada e com ninguém. Às vezes (...)
Qui | 10.01.19

Queda de cabelo pós parto: diferenças entre o 1º, o 2º e o 3º parto

Purpurina
  Atentem na foto artística (not)  atrás da cortina. Sempre tive um jeito muito moderado para isto das fotos mas tinha que ilustrar o post com qualquer coisa não é? Se calhar não. Adiante. 1ª vez Na primeira vez que tive queda de cabelo pós parto fiquei em pânico e procurei logo um dermatologista. Fiz tudo o que ele disse e comprei uns comprimidos caríssimos, uma loção caríssima que dava imenso trabalho a aplicar e um champô igualmente caro. Uma loucura para conservar o (...)
Qui | 03.01.19

Cá em casa não se desperdiça nada

Purpurina
(imagem daqui) A Lara gosta muito de comer sultanas douradas (passas de uva pequeninas e amarelinhas, vá). Estava ela a comer as ditas cujas na sala, enquanto via uns desenhos animados, quando a Maria também quis comer. Sabemos que a Maria não gosta de sultanas mas dissemos à Lara para lhe dar uma, nunca se sabe se passaria a gostar naquele momento. Passado um bocado (...)
Qui | 20.12.18

Afinal a Carla vê televisão. A Carla vê o Pesadelo na Cozinha.

Purpurina
Confesso que é um "guilty pleasure" que partilho com o Milton, até porque me "gabo" de não ver televisão há muitos anos. Cá em casa temos apenas os canais livres (não temos Tv cabo) e o Netflix. Mas nunca vemos outra coisa que não seja o Netflix, uma hora à noite (se tanto) quando os miúdos estão a dormir. Mas um dia, sem querer, passámos na TVi e estava a dar o "Pesadelo na Cozinha". Aquilo suscitou-nos a curiosidade e por ali ficámos, deliciados a ver até ao fim. E (...)
Qua | 19.12.18

Um segredo incrível que une os efeitos do ginásio e da dieta, sem precisar de sair de casa

Purpurina
Tenham filhos. Três de preferência. Uns a seguir aos outros. Recomendo. :D Deixam logo de precisar do ginásio. A vossa vida passa a ser um exercício constante, cerca de  20 horas por dia a mexer e a correr de um lado para o outro. Flexões, abdominais, pesos, velocidade, resistência... todos os músculos do corpo são trabalhados de formas diferentes.  E não se preocupem com a possibilidade de desistirem do exercício ou de quererem fazer pausas: não vai haver essa (...)