Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Seg | 12.10.20

Este livro, que me atingiu como uma rajada de humanidade, devia ser de leitura obrigatória

"Dentro do Segredo", de José Luis Peixoto

Purpurina
Agora que o li, penso que demorei demasiado tempo a fazê-lo. Ou talvez não, talvez o tenha lido exatamente na altura certa, para o poder compreender melhor e para melhor o poder encaixar na minha perspetiva, tão pessoal, daquilo que é o mundo e daquilo que é a humanidade. Sempre gostei de livros que relatam viagens. Gostei especialmente do "Sete anos no Tibete", por retratar uma sociedade e uma forma de estar e pensar tão diferentes da minha. De facto, quanto maior é a distância (...)
Seg | 21.09.20

Adoro livros velhos e gastos

Purpurina
  Sempre que ia à biblioteca escolher livros aleatórios para os meus filhos, trazia os mais novos, mais brilhantes e bem tratados. Era quase instintivo. Por parecerem mais frágeis, tinha receio de os danificar ainda mais e devolvê-los em pior estado. De modo que trazia sempre os mais novos. Depois da pandemia de Covid-19 deixámos de poder ir à biblioteca escolher livros. Fazemo-lo online, através de um catálogo onde só podemos ver o título, o autor dos livros e pouco mais. A (...)
Sex | 24.07.20

Uma música, uma série e um livro

Purpurina
Primeiro veio a música - Elephant Gun, de Beirut -, por sugestão do Youtube. Andava a ouvir "Beach House" há dias, ou semanas, e Beirut aparecia sempre nas sugestões. Um dia ouvi. Elephant Gun, uma das primeiras. Depois East Harlem, Postcards from Italy e outras. Como é meu hábito quando oiço músicas de que gosto, fui procurar a descrição de emoções semelhantes às minhas nos comentários do Youtube. Foi aqui que encontrei Capitu, a série que tem Elephant Gun na banda sonora. Depois de Capitu foi fácil chegar ao livro de Machado de Assis:
Ter | 07.07.20

3 meses depois voltei a trazer livros da biblioteca

Purpurina
Nem imaginam a minha felicidade infantil quando fui hoje à biblioteca e tinha à minha espera três pacotes de papel com livros. Segurei neles com a alegria de quem pega num tesouro por descobrir. E, na verdade, eu não sabia bem o que ia encontrar lá dentro. No atual contexto de pandemia as regras da biblioteca alteraram e já não podemos aceder aos livros das estantes. Temos que escolher os livros através de um catálogo online e depois ir buscá-los ao hall de entrada da (...)
Sex | 24.04.20

Uma fantástica contadora de histórias

Purpurina
Descobri a Catarina Claro há uma semana. Fiquei maravilhada! É uma verdadeira contadora de histórias profissional. E, faz-me lembrar a primeira educadora da Lara, que também foi educadora da Maria e era fantástica como educadora, como pessoa e como contadora de histórias. Entretanto foi lecionar para outra escola e deixou muitas saudades, embora as professoras dos miúdos sejam todas excelentes e muito carinhosas. Voltando ao assunto deste texto, queria aconselhar-vos fortemente (...)
Seg | 02.03.20

10 coisas que são mesmo Hygge para mim

Purpurina
Desde que me lembro de pensar que me interesso pela felicidade (não nos interessamos todos?) e que faço um esforço consciente por estar feliz. Claro que a ideia que tenho hoje de felicidade é bem diferente da ideia que tinha há 10 anos, e há 20. E, arrisco a dizer, que hoje tenho uma ideia de felicidade mais realista e mais serena. Se antes felicidade - para mim - era sinónimo de grandes festas e muitas novidades, agora é muito mais simples e aconchegante do que isso. Geralmente (...)
Sex | 28.02.20

Que hábitos querem passar aos vossos filhos?

Purpurina
Naturalmente a gentileza, a empatia, a alimentação saudável, o gosto pela aprendizagem, a ética, talvez a prática de desporto, a leitura, a música e tantos outros que dependem da dinâmica de cada família. Por aqui, para além do hábito de criar piadas tolas de hora a hora (é mais forte que nós), tentamos criar o hábito da leitura. Acho que este hábito se tem sobreposto a muitos outros, porque as miúdas adoram livros e desfolham-nos todos os dias e ainda não dizem bom dia (...)
Seg | 10.02.20

Os pais não gostam de contar histórias aos filhos

Purpurina
A não ser que sejam histórias curtas, muito engraçadas e com uma moral associada. Atire a primeira pedra quem nunca começou a bocejar logo na primeira página de um livro infantil. É automático. Principalmente quando são livros cheios de páginas, sem interesse nenhum e lidos já umas 100 vezes. A Cinderela, por exemplo, é um desses. Até me arrepio quando uma das minhas filhas me vem pedir para ler a Cinderela pela 137ª vez. É uma tortura japonesa. Mas depois, quando temos (...)
Qui | 21.11.19

O que trouxemos da biblioteca esta semana #5

Purpurina
Esta semana trouxe 13 livros da biblioteca mas quero destacar apenas 3 enciclopédias infantis que trouxe para a Lara. A Lara está numa fase em que adora aprender coisas novas e tem uma curiosidade imensa. Ainda me lembro de ser criança e ter essa sede de conhecimento que originava um rol interminável de perguntas que afligia os adultos. Creio que algumas vezes me respondiam uma coisa qualquer só para eu me calar e não me está a apetecer muito fazer isso com os miúdos. Com isto (...)
Qui | 07.11.19

Livros de Expressão Plástica para 4 anos: a descoberta do mês

Purpurina
Lembro-me de ter uns 5 ou 6 anos e adorar uma disciplina na escola que se chamava "Expressão Plástica". Alguém se lembra disso? Pessoas dos anos 80? Havia colagens, picotagem, pinturas, plasticina... e eu adorava aquilo tudo. Era mesmo o que eu mais gostava de fazer. Sentia que construía mundos, inventava coisas bonitas e adorava sentir que podia criar com as minhas mãos aquilo que a minha mente ditasse. Dito assim parece um pensamento muito profundo para uma criança de 6 anos (...)
Seg | 30.09.19

Pinkalicious: O novo livro preferido da Maria e uma atividade doce

Purpurina
A Maria tem um novo livro preferido: o livro Pinkalicious. É a história de uma menina muito teimosa que fica cor de rosa depois de ter comido demasiados queques dessa cor. A história é simples mas contada com muita graça e eu interpreto o livro de uma forma muito teatral o que resultou num entusiasmo tal, pela parte da Maria, que desde que o trouxe da biblioteca até ao dia em que o devolvi, tive que o ler todos os dias. À volta desta história e tendo em consideração o (...)
Sex | 27.09.19

5 dicas para incentivar a leitura nas crianças

Purpurina
Sou um "rato de biblioteca" desde os 13 anos, mais coisa menos coisa. As minhas filhas gostarem de livros é a coisa mais natural do mundo. Nem consigo imaginar como poderiam não gostar. Olhando "de fora" para o que têm sido os nossos hábitos com os miúdos em relação aos livros, consigo destacar alguns comportamentos nossos que podem ter estimulado este gosto pela leitura nas nossas crianças. Seguem, então, algumas dicas para incentivar a leitura nas crianças: Gostar de ler. (...)
Qui | 09.05.19

Um livro fantástico para os filhos e para os pais

Purpurina
Um livro sobre arte, que reune desenhos criativos e obras de arte intemporais. É muito diferente e estimulante para os miúdos e, por não ter texto, convida os pais a usarem a imaginação e criarem formas diferentes de "ler" o livro. Este é daqueles que a Maria me pede para ler várias vezes seguidas e eu não me importo mesmo de o fazer. É mesmo muito giro!
Qui | 02.05.19

Maria #23

Purpurina
Trouxe este livro de Alpiarça, de casa dos meus pais quando a Lara era bebé. Nem me lembro dele ter sido comprado mas assim que o vi no meu quarto antigo quis logo trazê-lo. Gostei dele, essencialmente, por ter imagens reais de animais. Sempre achei muito mais didático e interessante ensinar palavras aos miúdos utilizando imagens reais em vez de desenhos. Neste momento é o livro preferido da Maria. Pede-me para lhe "ler" o livro várias vezes por dia e anda sempre com ele atrás. (...)
Qua | 24.04.19

Eva Luna, o meu primeiro livro "a sério"

Purpurina
O meu primeiro livro "a sério" foi o Eva Luna, de Isabel Allende. Tinha 13 anos e andava no 8º ano. A ideia era trazer a Casa dos Espíritos, livro de que tinha ouvido falar na aula de português e que me tinha gerado muita curiosidade. A minha mãe foi à biblioteca busca-lo mas, como não estava disponível, a funcionária da biblioteca sugeriu, e muito bem, que trouxesse o "Eva Luna". Nunca tinha lido nada assim e, a partir desta leitura, decidi que o mundo e a minha vida haveria (...)
Seg | 01.04.19

Elas contam histórias uma à outra

Purpurina
Passam metade do tempo a implicar uma com a outra, a gritar uma com a outra e até a pregar rasteiras uma à outra (quando vi nem queria acreditar!). Mas, depois, têm momentos de tanta cumplicidade, de tanta harmonia, que me custa a acreditar que são as mesmas pessoas. Enfim... estou agora a aprender o que é ter irmãos e nunca será com conhecimento de causa. Serei sempre um agente externo a observar uma relação de irmãos. De modo que ainda me sinto chocada com a violência das (...)
Sex | 22.03.19

Livros para crianças a partir de 2 anos #2

Purpurina
Este é um dos livros preferidos da Lara, de momento. É um dicionário de imagens todo constituído por jogos de lógica para crianças. É muito didático e divertido. A Lara adora e também já faço alguns jogos com a Maria. Muitas vezes, faço os jogos com as duas ao mesmo tempo, sendo uma boa forma de as manter entretidas e sossegadas. :)  
Sex | 15.03.19

Livros para crianças a partir de 2 anos #1

Purpurina
Ultimamente tenho optado por trazer da biblioteca livros simples, sem grande moral ou filosofia. Deixo aqui a sugestão dos 3 últimos que trouxe e de que as miúdas têm gostado bastante: 1- "Um dia especial com o meu papá": um fiel retrato de como são as coisas quando os pais ficam a tomar conta dos miúdos. Giro e muito fiel à verdade.  2 - "Vegetal como sientes": este é um livro espanhol mas, dada a simplicidade das frases, não apresenta problema nenhum. É um livro sobre (...)
Dom | 03.03.19

Livros para crianças a partir de 2 anos

Purpurina
  Descobri mais uma coleção de livros fantástica na biblioteca! São os livros do "Nino, Nina e Guau" - dois gémeos e o seu cão - cada um com 3 histórias muito simples e engraçadas sobre o quotidiano das crianças. Gosto especialmente do estilo das ilustrações do livro e do facto de cada página ter apenas uma frase, o que faz com que uma criança de 2 anos consiga manter a atenção durante mais tempo. A Lara também gosta muito destes livros e tenho-os lido todos, todos os (...)
Sex | 28.12.18

Fui à biblioteca em 10 minutos e trouxe estes livros

Purpurina
Hoje fui à biblioteca a correr, aproveitando que a minha sogra estava a tomar conta do Eduardo e antes de uma consulta no dentista. Na última vez que tinha ido à biblioteca tinha trazido apenas 2 livros para as miúdas e a Lara mostrou-se muito desiludida. Então hoje aproveitei uma oportunidade de 10 minutos para trazer os livros que conseguisse. Já se torna difícil escolher livros para trazer. Já trouxe dezenas (ou centenas) de livros da biblioteca. Já repeti muitos, os nossos (...)