Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Ter | 19.11.19

Andei a evitar escrever este texto

Purpurina
Mas senti que era necessário. Sempre julguei que devia escrever sobre coisas essencialmente positivas e que pudessem acrescentar algo de bom à vida de alguém. Queria falar apenas do que fazia bem para poder dar informação útil e relevante às outras pessoas.  Não que quisesse parecer perfeita aos olhos dos outros, não era isso. Era mesmo porque pensava que contar as minhas falhas não iria acrescentar nada a ninguém. Até que, numa altura que andava muito aborrecida comigo (...)
Seg | 18.11.19

Um dos meus maiores sonhos realizou-se!

Purpurina
Não é o euromilhões! Acho que nunca sonhei em ganhar o euromilhões. Sonho com viagens, com algumas coisas materiais, com mais algum dinheiro, mas nada muito extravagante. O meu sonho também não se realizou na sua essência mas vai-se realizando, de uma forma maravilhosa, através dos meus filhos. Desde criança que sonho ter irmãos. Gostava de ter partilhado os meus dias e os meus brinquedos com um irmão ou uma irmã; alguém com quem pudesse brincar, conversar, fazer tolices e (...)
Qui | 14.11.19

Um cansaço muito peculiar

Purpurina
  Isto de ter três filhos pequenos causa-nos um cansaço mental e emocional muito peculiar.  Não sei de é da privação do sono, da privação de refeições regulares e saboreadas com alguma calma, ou se é mesmo do carrossel de emoções a que somos sujeitas quase 24 horas, ininterruptas, por dia. O facto é que, por vezes, o cérebro parece bloquear e esquecer a forma de processar informações simples. No outro dia, a Lara pediu-me uma roupa para vestir o seu "careca", um (...)
Dom | 10.11.19

Carla, a mãe que não celebra o Halloween

Purpurina
Por aqui (entenda-se: nesta casa) não se celebra o Halloween. Não é algo radical ou uma convicção para a vida. Se os miúdos quiserem muito, um dia, lá terei que "amargar o caramelo". Até lá, não sou eu que os vou estimular a andar de porta em porta, a encher um saco de doces, para depois ter que dar três nós ao cérebro para inventar uma maneira de me ver livre daqueles quilos de açúcar sem traumatizar, muito, os miúdos. Somos capazes de ir a casa de amigos ou de fazer (...)
Ter | 05.11.19

Lara #28

Purpurina
Depois de lhe chamar a atenção, de forma muito paciente e simpática, para o facto de estar, potencialmente, a estragar o chão do quarto ao usar brinquedos de plástico como patins, diz-me a Lara, abraçando-me: "A mãe é muito fofinha e quentinha." "O que será que eu vou fazer no dia da mãe? Hum?! O que será?"
Qua | 30.10.19

Tag maternidade

Purpurina
Nesta foto estou eu a dar o primeiro banho à Lara, sem fazer a mínima ideia do que estava a fazer. A outra rapariga que estava no quarto teve a gentileza de tirar estas fotos com o seu iPad. A qualidade é menor mas são as únicas que tenho deste momento e sou muito grata por elas. Achei, portanto, que esta seria uma boa foto para ilustrar este tag sobre maternidade.  1. Trabalhas fora ou és dona de casa? Trabalho fora. 2. Gostarias que fosse diferente (referente à pergunta acima)? Nem por isso. Gosto de estar em casa mas também gosto muito de trabalhar fora, de ver pessoas diferentes e mudar de ambiente todos os dias.
Dom | 27.10.19

"Queria tanto ser uma mãe perfeita"

Purpurina
  Esta expressão, assim mesmo: "queria tanto ser uma mãe perfeita", foi uma das pesquisas que levaram alguém do google até ao meu blogue no último mês. "Coitada...", pensei eu, com verdadeira consternação por alguém vir parar a uma página tão desadequada às suas intenções. Depois, só por curiosidade, fiz a mesma pesquisa que a senhora, acrescentando vinil e purpurina aos termos de pesquisa, e vim parar a esta página do meu blogue  (...)
Sex | 25.10.19

Como lidar com uma criança de 3 anos com personalidade forte e o "Dia de filho único"

Purpurina
Quem já anda por aqui há algum tempo sabe que a minha maravilhosa filha do meio, a Maria, é uma criança dotada de uma personalidade forte e determinada, que nos achincalha os nervos praticamente todos os dias. A Maria é uma menina muito querida, inteligente e atinada mas lida com a frustração de uma forma bastante emocional. Claro que tem apenas 3 anos e é a filha do meio numa família com 3 crianças pequenas, onde ambos os pais trabalham e a atenção é limitada mas, para (...)
Ter | 22.10.19

Eduardo #1 O comilão

Purpurina
  Com 14 meses parece-me que o Eduardo já merece uma rúbrica própria neste blogue.  O Eduardo é um menino fofo e calminho que, na creche, parece destacar-se pelo grande apetite que demonstra à hora das refeições. Várias funcionárias já me tinham referido que o rapazinho é uma maravilha para comer e que consolava dar-lhe o almoço. Também me tinham dito que ele "exigia" ser o primeiro a comer e que repetia o segundo prato. Ontem, quando fui buscar os miúdos, a senhora que (...)
Seg | 14.10.19

Diferenças entre o primeiro, segundo e o terceiro filho

Purpurina
Quando a Lara, a minha primeira filha, começou a andar foi muito cansativo para nós. Andava sempre à volta dela a fazer uma espécie de escudo com os braços para que não caísse. Assim que ela se punha a andar, lá íamos nós atrás dela a supervisionar tudo a poucos centímetros de distância. Isto durante meses e meses, mesmo depois dela já saber andar bastante bem. Vale a pena referir que isso não a impediu de dar umas boas cabeçadas.  Com a Maria a história já foi (...)
Sex | 27.09.19

5 dicas para incentivar a leitura nas crianças

Purpurina
Sou um "rato de biblioteca" desde os 13 anos, mais coisa menos coisa. As minhas filhas gostarem de livros é a coisa mais natural do mundo. Nem consigo imaginar como poderiam não gostar. Olhando "de fora" para o que têm sido os nossos hábitos com os miúdos em relação aos livros, consigo destacar alguns comportamentos nossos que podem ter estimulado este gosto pela leitura nas nossas crianças. Seguem, então, algumas dicas para incentivar a leitura nas crianças: Gostar de ler. (...)
Ter | 24.09.19

Como é a nossa rotina com três filhos pequenos

Purpurina
Quando oiço alguém dizer que é muito difícil ter um filho pequeno e gerir todas as outras coisas sorrio para dentro. E não sorrio por ter três filhos pequenos e achar que não é difícil ter um filho pequeno. Nada disso.  Sorrio porque ainda me lembro de ter apenas um bebé pequeno e de como era difícil e desafiante. Era mesmo! Muitas vezes mais do que agora que tenho 3 filhos pequenos. Na altura eu não sabia nada de nada e tudo era um desafio e uma complicação. Agora (...)
Qui | 12.09.19

Lara #27 Lara, a chefe

Purpurina
  Há uns dias, disse à Lara que ela era a chefe das crianças cá de casa. Disse-lhe também que uma chefe tem muitas responsabilidades, tais como: ser um bom exemplo, ser compreensiva, e ajudar os irmãos a portarem-se bem e a estar felizes. Como irmã mais velha, tinha a tarefa de ajudar a manter a harmonia do nosso lar orientando os irmãos na melhor forma de se comportarem. A determinada altura, diz a Lara ao pai: "Pai, não posso ser chefe da Maria. Ela não faz nada do que eu digo!"
Sab | 07.09.19

Coisas de irmãos #1 Lara, a irmã dedicada

Purpurina
Se estou com a Lara e o Eduardo em casa, a Lara ajuda-me muito a tomar conta do irmão. E fá-lo de uma forma enternecedora, animada e muito querida. É capaz de tomar conta dele o dia todo, brincando com ele e entretendo-o para eu poder fazer o almoço, arrumar a casa e tratar do que é preciso. Faz-me mesmo muita diferença esta ajuda da Lara. É evidente que vou sempre vendo como estão a correr as coisas, mas nunca precisei de intervir em nada porque a Lara mostra-se bastante (...)
Dom | 01.09.19

A festa de aniversário da Maria e do Eduardo

Purpurina
Este ano decidimos fazer uma festa única para comemorar o primeiro aniversário do Eduardo e o terceiro da Maria. Eles fazem anos com um mês de diferença mas para conseguirmos fazer uma festa para os dois, e porque eles não se importam mesmo nada com isso, decidimos comemorar três dias depois do aniversário do Eduardo.  Claro que no dia de aniversário da Maria já tínhamos festejado em família. Decidimos desta forma por várias razões: porque queríamos ter uma festa de (...)
Sex | 30.08.19

Peculiaridades das minhas filhas #1 Massagens

Purpurina
A Lara estava com uma otite e eu fiquei com ela na cama a fazer-lhe massagens até ela adormecer. Na verdade as massagens são mais umas festinhas leves que lhe vou fazendo nos braços, nas pernas, nas costas, na barriga. Eu também gosto muito dessas "festinhas leves" e até faço a mim própria muitas vezes. Voltando à Lara, à medida que vou fazendo as massagens, ela vai estendendo um braço, ou uma perna ou vai-se virando e indicando onde quer as massagens. Quando vejo que está (...)
Qui | 29.08.19

Os meus bebés pequenos

Purpurina
  A Maria e o Eduardo são muito cómicos um com o outro. Ele procura muito as duas irmãs mas parece achar especial graça à Maria. Gosta de lhe tirar coisas da mão e de se mandar para cima dela. Às vezes ela acha graça, outras nem por isso. Quando o Eduardo a “chateia” muito ela dá-lhe um safanão com a mão e ele dá-lhe outro de volta. Ainda assim diria que se dão bem. Ela gosta de lhe dar bolachas (das comestíveis, entenda-se) e, quando está bem-disposta, dá-lhe (...)
Seg | 12.08.19

O parto: 5 coisas que eu teria feito diferente se soubesse o que sei hoje

Purpurina
Três partos induzidos depois, todos semelhantes no inicio e com várias diferenças entre eles no meio e no fim, creio que já reúno uma certa autoridade para dar algumas dicas sobre o tema. Não vou falar do que fiz bem ou mal porque, na altura, fiz o que podia e sabia com a informação que tinha. Vou falar antes do que faria diferente se tivesse o conhecimento que tenho hoje (era bom não era?). Fazia um plano de parto Pode parecer um bocadinho desnecessário e, sinceramente, não (...)
Dom | 28.07.19

O que é que eu tenho para vos oferecer?

Purpurina
Não são brindes, prémios ou coisas materiais. Ainda.  :) Mas tenho refletido sobre isso. Tenho refletido sobre a pertinência deste espaço para mim e para vocês. Eu preciso disto. Preciso tanto de comunicar (vulgo falar para a frente) que, para além de monologar imenso com quem tiver paciência para me ouvir, falo imenso sozinha. Por outro lado, gostava mesmo que aquilo que quero comunicar tivesse utilidade para alguém. Vai daí decidi partilhar aquilo que faço, aquilo que (...)