Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 29.04.16

The Americans - Uma série para descontrair

the americans

 

Comecei a ver esta série há uns meses, já nem me lembro porquê, e gostei logo.

 

Gostei essencialmente dos atores principais: Keri Russell e Matthiew Rhys que interpretam espiões russos da KGB, em plena guerra fria, a viver na América fazendo-se passar por um casal americano comum.

 

Os dois filhos do casal e o vizinho deles, um agente de contra-espionagem do FBI, desconhecem por completo a sua identidade.

 

Ao longo dos episódios a dupla de agentes passa a agir cada vez mais como um casal a sério, desenvolvendo sentimentos cada vez mais reais um pelo outro, situação que têm que equilibrar com as exigências da sua atividade.

 

Julgo que esta é uma série de ação dramática mas não consigo deixar de a encarar como uma série algo cómica. Não sei se é pelo facto do casal me parecer muito improvável, se é pelos caricatos disfarces que eles usam nas mais variadas situações, mas eu divirto-me como se estivesse a ver uma novela. O que pode parecer estranho porque a série está recheada de cenas violentas e eróticas.

 

Não diria que é uma série fabulosa mas, dentro do género, é bastante agradável. Lá está, é uma série que não me faz pensar muito, pelo que é excelente para aquelas noites mais cansativas em que queremos colocar o cérebro em repouso sem ter que consumir  séries ou filmes de má qualidade.

 

Recomendo para quem precisa de descontrair um pouco e gosta destes temas de espionagem nos anos 80.

 

A série foi escrita por  Joe Weisberg, um ex agente da CIA.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.