Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Dom | 26.08.18

Uma brincadeira a não repetir dentro de casa

areia cinetica caseira.png


Tenho andado a pensar em comprar areia cinética para brincar com as miúdas mas antes disso quis fazer eu areia caseira (comestível) em casa para ver como resultava e se elas gostavam de brincar com aquilo.

Misturei farinha de trigo e óleo (mais ou menos 4 canecas de farinha de trigo para meia de óleo) e a areia ficou com uma consistência bem interessante e fofinha.

Então coloquei um lençol velho no chão da cozinha, vesti umas roupas velhas às miúdas, distribuí colheres, tacinhas e a areia, e deixei-as a brincar.

Ficaram ali entretidas uns bons 15 minutos e pareciam estar mesmo a gostar daquilo.

Cheia de fezada fui fazendo coisas pela casa enquanto as miúdas estavam "entretidas".

Claro que, depois de se fartarem, começaram a andar pela casa com os pés cheios de farinha. E claro que o chão da cozinha ficou um caos.

Bom... lá aspirámos aquilo tudo e decidimos deitar a areia fora. 

E registámos mentalmente  que esta brincadeira não é mesmo para repetir dentro de casa. Num jardim, num pátio tudo bem. Na cozinha, nem pensar.


Mesmo se tivessemos ficado com elas a brincar, creio que nunca podíamos evitar um festival de farinha por todo o lado. Em vez de duas pessoas sujas, teríamos três ou quatro.

 

Os 15 minutos de entretenimento não compensam de maneira nenhuma todo o esforço de limpar o chão e a roupa depois.

Por isso sigam um conselho de mãe: se não têm quintal ou varanda, não se metam nisso. :D

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.