Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 03.03.17

Uma grande vantagem de ser minimalista

obras em casa.jpg

 


É fazer obras em três divisões da casa e conseguir tirar e voltar a colocar tudo no sítio, em cerca de 15 minutos.

 

A nossa casa ainda está na garantia e os alguns tetos falsos e paredes estavam com um problema de humidade que fez a tinta descolar das paredes.
Entretanto vieram uns senhores cá a casa arranjar as zonas afetadas, o que levou dois dias e meio.

 

Na impossibilidade de sairmos de casa, vimo-nos obrigados a passar os móveis todos para a sala durante a manhã. Ao fim da tarde, voltamos a colocar tudo no lugar, para podermos proceder com a nossa vida normal.

 

Como não temos quase móveis nenhuns, o processo é mesmo muito simples e rápido. 

 

Mais uma vez, senti-me muito satisfeita por ter tão poucas coisas. É uma sensação de leveza e de simplicidade libertadora.

 

E, quanto menos coisas tenho, mais me custa comprar seja o que for, sem ter a certeza de que preciso mesmo disso para ter uma vida mais confortável e feliz.

 

Mesmo tendo muito poucas coisas, ainda consigo encontrar coisas a mais nesta casa.

 

A última coisa que comprámos foi o berço da Maria e, logo que ela deixe de o usar, vamos ter que vender porque não temos espaço para o guardar. O mesmo em relação a todas as coisas maiores de bebé e criança.

 

Se há coisa que detestamos fazer cá em casa é guardar coisas. Não temos espaço físico nem mental para o fazer. Por isso o minimalismo assenta-nos que nem uma luva.

 

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.