Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Vinil e Purpurina

Parafernálias sobre a minha vida e a minha mente.

Sex | 12.01.18

Uma tradição cá de casa

IMG_1194.jpg

 

 
Adoro pequenos almoços de hotel, brunches e todo o tipo de lanches.

Claro que também adoro bons almoços e jantares mas perco-me mesmo é por um bom petisco.

Para minha desilusão este apetite não vem associado ao gosto pela cozinha. Cozinhar é mesmo algo que faço por necessidade. Não tenho grande criatividade nem "mão" para a cozinha. Tudo o que faço bem feito é com esforço e dedicação e por querer fazer refeições saudáveis e saborosas. 

De modo que ando sempre à procura de "truques" simples e rápidos para fazer petiscos gostosos. Às vezes sou bem sucedida, outras nem por isso.

Uma das coisas em que andamos a apostar cá por casa é nos almoços de fim de semana. Por mim, agarrava em todos e íamos fazer o pequeno-almoço a um hotel ou a um daqueles estabelecimentos que servem brunches maravilhosos e saudáveis. E, aqui nos Açores, o que não faltam é locais desses e comida deliciosa!

Mas como o orçamento não permite essas excentricidades todas as semanas e também porque gostamos de ficar no conforto da nossa cozinha, de pijamas, a conviver uns com os outros, instituímos a tradição de comer crepes ao pequeno almoço.

A ideia é o Milton fazer os crepes (o que faz muitíssimo bem) e depois recheamos com o que houver em casa (isto faço eu muito bem): compota sem açúcar, mel e canela, ovos, rúcula e queijo de São Jorge, fiambre de peru e queijo, atum e milho ou qualquer outra coisa que nos pareça bem.

É sempre um sucesso. Somos todos fãs de crepes, até a Maria. :D

O da imagem é de queijo e fiambre e estava uma delícia. A imagem não faz justiça nenhuma ao sabor do crepe. :D

 

Mal posso esperar pelos próximos crepes do fim de semana!


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.